Painel Político
A maior agência de notícias em seu Whatsapp do Brasil

Sem pagamento de Licenças: Confúcio recomenda que servidores viagem

0

O governador Confúcio Moura (PMDB) , candidato à reeleição, deu uma tênue esperança aos servidores públicos que sonham em receber a chamada licença prêmio.

Em seu blog, respondendo ao servidor Carlos Alberto, o candidato disse que “quando for aliviada a política salarial” as licenças e outras vantagens semelhantes serão pagas, mas não especificou uma data.

Confúcio admitiu que desde 2011, quando assumiu o estado, a folha salarial atingiu o limite de 46% em relação à Lei de Responsabilidade Fiscal, por isso, segundo ele, o Governo tem liberado o pagamento de licenças apenas para casos de doeças comprovadamente atestadas por laudo médico.

“Mas a minha preferência é que o servidor viaje, goze as férias anuais, tire os três meses de licença” para resolver problemas pessoais. “Isso é muito proveitoso e faz bem à saúde”, recomendou o governador, que é médico.

Alguns servidores reagiram da seguinte maneira aos comentários do governador:

Cleide Peres disse: “Só se alivia a folha de pagamento quando se tem um bom administrador público, então se a folha esta no limite é porque esta faltando administração. fica uma dica aqui sr. governador, basta cortar os Cargo Comissionados que as contas voltam ao normal e sobrara dinheiro para pagar as licenças”.

Talita Pinheiro indagou: “E vcs dão as licenças premias (sic)???? Minha mãe já tem 3 atrasadas e até hoje não conseguiu tirar e nem pagaram ela”.

Já a servidora pública Marlene Alves afirmou: “Eu quero minha parte em dinheiro ….kkk e ja pra ontem….”

Ana Maria Souza Do Carmo comentou o seguinte: “Eu também gostaria de saber quando vamos receber as licenças prêmio. ja estou aposentada e desde 2011 que montei o processo e até hoje não recebi nada e sei que é um direito meu já ter recebido”.

Nei Rodrigues resumiu toda a questão à seguinte frase: “viajar só faz bem quando se tem dinheiro no bolso portanto prefiro receber a licença em dinheiro… ”

Fonte: tudorondônia

Comentários
Carregando