Painel Político
A maior agência de notícias em seu Whatsapp do Brasil

Semob inicia obra no trecho que desbarrancou na Estrada do Belmont

0
A Secretaria Municipal de Obras (Semob) iniciou nesta terça-feira, 13, o estudo topográfico no trecho da Estrada do Belmond, no bairro Nacional, onde houve o desbarrancamento do asfalto por causa do intenso fluxo de água das chuvas que passa pelo canal de drenagem pluvial da região.

O secretário municipal de obras, Gilson Nazif, avaliou as condições no local e, para solucionar o problema, decidiu fazer um desvio do Canal com a implantação de tubos ármicos de três metros cúbicos de espessura.

“Vamos desviar a vazão da água das chuvas para esse canal que construiremos ao lado. Assim que o trecho que desbarrancou estiver seco poderemos fazer uma obra de contenção, aterrar o trecho que cedeu, e restaurar o asfalto. Assim que soubemos do problema fomos avaliar o local e dar início a obra de reparo. Conversei com os moradores, ouvi as reclamações, e tudo que estiver ao alcance da Prefeitura para melhorar a mobilidade nesse trecho, faremos. O prefeito Mauro Nazif não foge dos problemas e onde é possível trabalharmos, sempre buscamos a solução”, afirmou Gilson Nazif.

Segundo Antônio Melé, chefe da equipe de Topografia da Semob, esse trecho do córrego que passa por baixo da Estrada do Bemont será desviado para o seu curso original com a implantação dos tubos ármicos ao lado de onde foi construída uma galeria. “Quando construíram a galeria não fizeram a canalização no local original do córrego e a espessura do canal não é suficiente para dar vazão as águas no período de inverno. Com os dois tubos ármicos vamos aumentar a capacidade de vazão da água que corre nesse local e poderemos fazer a obra de contenção e aterramento onde o asfalto está cedendo”, explicou Melé.

Os moradores concordaram com a forma escolhida pela Semob para solucionar o problema e agora aguardam a conclusão da obra. “Moro no bairro Nacional há 32 anos e já vi essa estrada muito pior do que está. O problema é que se não for feito nada o asfalto continuará cedendo. Acho que desviar o canal para então fazer a obra de contenção é a melhor alternativa. Só espero que as chuvas dessa época do ano não atrapalhem o andamento do serviço”, disse Francimar do Carmo.

“Por aqui passam principalmente veículos pequenos mas o fluxo é grande, pois é a entrada do bairro mais utilizada pelos moradores. Também espero que essa obra não demore por causa das chuvas”, comentou o morador Antônio Carlos de Goes.

Fonte: RONDONIAGORA

Comentários
Carregando