Painel Político
A maior agência de notícias em seu Whatsapp do Brasil

Servidores e professores em paralisação fecham acesso à Unir

0

Servidores e professores da Universidade Federal de Rondônia (Unir) em paralisação desde a última terça-feira (7) fecharam, na manhã desta quarta-feira (8) durante uma hora, o acesso ao campus da instituição em Porto Velho. Entre as reivindicações das categorias estão melhores condições de trabalho, reajuste salarial e Plano de Cargos e Salários. O movimento, realizado em todo o estado, deve durar até a quinta-feira (9). Na data está previsto um novo bloqueio na entrada da Unir na capital.

Segundo o Sindicato Trabalhadores da Unir (Sintunir), 80% dos técnicos administrativos da universidade paralisaram as atividades em todo o estado. Já a Associação dos Docentes da Unir (Adunir) não precisou quantos professores aderiram à paralisação e informou apenas que “a grande maioria” dos associados participa do movimento. Conforme as duas entidades, as aulas não estão sendo realizadas e apenas os serviços essenciais estão disponíveis.

“Nós queremos abrir um processo de discussão sobre a precariedade das condições de trabalho nas universidades federais”, explicou o presidente da Adunir, Luiz Carlos de Albuquerque, complementando que o movimento também tem o objetivo de coibir a aprovação de propostas de lei em tramitação no Congresso Nacional que seriam prejudiciais aos professores.

Albuquerque informou que o acesso ao campus da universidade na capital será fechado novamente na quinta. A previsão é que o bloqueio tenha início por volta das 8h e dure cerca de uma hora. O presidente da Adunir disse ainda que os professores e servidores que aderiram à paralisação devem bloquear o trecho da BR-364 que fica em frente à Unir.

De acordo com a assessoria de imprensa da Universidade Federal de Rondônia, a instituição reconhece a legitimidade do movimento, mas ressaltou que as manifestações são nacionais e as negociações estão sendo feitas diretamente com o governo federal.

Comentários
Carregando