Símbolo de Londres, Big Ben é desligado para obra de restauro por quatro anos

Londres amanheceu com um som ambiente diferente nesta segunda-feira (21/8). O badalar do sino do Big Ben, situado na região central da cidade, foi silenciado pelos próximos quatros anos para a restauração do relógio mais famoso do mundo.

Durante este período, as peças do Big Ben serão desmontadas, limpas e restauradas. Os ponteiros também serão trocados, além da instalação de um elevador para servir como alternativa aos 334 degraus que levam ao topo da torre.

A tradicional Luz de Ayrton, acesa no alto do Big Ben sempre que há uma sessão no Parlamento britânico, também será apagada, fato que não ocorre desde a Segunda Guerra Mundial. Até 2021, as badaladas serão ouvidas somente em eventos especiais, como no Ano Novo.

Steve Jaggs, responsável pela torre, comentou que o projeto de restauração é importante para o Big Ben. “Esse programa essencial de trabalhos protegerá o relógio a longo prazo, assim como protegerá e preservará sua casa, a Torre Elizabeth”, comentou.

No entanto, muitos britânicos foram contra a paralisação, tanto que a primeira-ministra Theresa May pediu ao Parlamento para revisar a medida de silenciar o relógio pelos próximos quatro anos.

Em 157 anos de funcionamento, o Big Ben calou-se em pouquíssimas ocasiões. A mais longa delas foi em 1976, quando ficou nove meses sem funcionar devido a graves danos no mecanismo do relógios.

Fonte: metropoles.com

Painel Político, é um blog de notícias de Rondônia, com informações sobre política regional, nacional, economia, jurídico e variedades. Siga-nos nas redes sociais, visite-nos diariamente e fique sempre bem informado.

Deixe uma resposta