Sindicato pede bloqueio de contas da Caerd para quitar salários atrasados

O Sindicato dos Urbanitários de Rondônia – Sindur pede que a Justiça do Trabalho bloqueie todas as contas da Companhia de águas e Esgotos de Rondônia – Caerd, para que a empresa pague os três meses de salários atrasados, além de encargos e rescisões.

Acontece na manhã desta terça-feira uma audiência no TRT de Rondônia para definir a situação. Um grupo de servidores está acampado em frente ao prédio da justiça do trabalho para tentar sensibilizar a sociedade e judiciário. A Caerd é a única empresa estatal que está com salários atrasados em Rondônia, graças a gestão irresponsável da atual presidente, Iacira Azamor que quer privatizar a companhia a qualquer custo.

Estudos diversos apontam que a empresa é viável e gera lucro, mas o governo tenta se livrar mantendo uma gestão irresponsável que vem inviabilizando a empresa propositadamente, afirma a executiva do Sindur.

Servidores estão acampados em frente ao TRT
Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Deixe uma resposta