STF retoma julgamento de Palocci; acompanhe ao vivo
STF 

Palocci está preso preventivamente desde setembro de 2016

O Supremo Tribunal Federal retomou na tarde desta quinta-feira (12) o julgamento que decide se o ex-ministro Antonio Palocci será solto ou não. Palocci está preso preventivamente desde setembro de 2016. Relator do caso, o ministro Edson Fachin já votou ontem para não conceder o pedido ao ex-ministro, e foi acompanhado por Luís Roberto Barroso, Luiz Fux, Alexandre de Moraes e Rosa Weber. Já os ministros Dias Toffoli e Marco Aurélio se posicionaram pela soltura de Palocci. O placar está em 5 x 2 contra habeas corpus ‘de ofício’.

Os ministros passaram a tarde de quarta-feira (11) decidindo questões preliminares sobre o processo de Palocci. A primeira votação analisou se Fachin, como relator, poderia ter retirado o caso da Segunda Turma da Corte, a qual compõe, e submeter o habeas corpus para análise do plenário, com os 11 ministros. Depois, os ministros decidiram que não poderiam analisar o habeas corpus porque Palocci foi condenado em primeira instância enquanto aguardava tramitar no STF o pedido de liberdade contra a prisão preventiva.

Votaram para não admitir o habeas corpus de Palocci os ministros Edson Fachin, Alexandre de Moraes, Luiz Fux, Rosa Weber e Cármen Lúcia. Foram contra Ricardo Lewandowski, Gilmar Mendes, Dias Toffoli, Marco Aurélio Mello e Celso de Mello.

Fonte: istoé

Painel Político, é um blog de notícias de Rondônia, com informações sobre política regional, nacional, economia, jurídico e variedades. Siga-nos nas redes sociais, visite-nos diariamente e fique sempre bem informado.

Participe do debate. Deixe seu comentário