STJ mantém bloqueio de bens de Pezão

Ele é investigado em ação de improbidade administrativa quando era prefeito

O ministro Sérgio Kukina, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), negou um recurso do governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão, e manteve decisão do Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF2) que bloqueou seus bens. Ele é investigado em uma ação de improbidade administrativa, em razão de seu primeiro mandato como prefeito de Piraí (RJ), entre 1997 e 2001.

O bloqueio dos bens foi determinado pela 1ª Vara Federal de Barra do Piraí (RJ), que tem jurisdição sobre o município vizinho de Piraí. A defesa recorreu, mas o TRF2, com sede na cidade do Rio e abrangência sobre os estados do Rio de Janeiro e Espírito Santo, manteve a decisão.

Pezão recorreu novamente, desta vez ao STJ. Mas ministro Sérgio Kukina alegou questões técnicas para indeferir o pedido do governador. A decisão foi tomada em 6 de fevereiro, mas divulgada pelo STJ nesta quarta-feira.

Fonte: oglobo.com

Deixe sua opinião via Facebook abaixo!

Deixe uma resposta