fbpx
Suíço é condenado a pagar 13.500 reais por curtir 8 posts no Facebook

Um tribunal regional de Zurique, Suíça, tomou a decisão de obrigar um usuário do Facebook -cujo nome não foi revelado- a pagar ao redor de 3.700 euros em conceito de multa por “Curtir” vários posts desta rede social. Trata-se de oito posts publicados entre 2015 e 2016 durante uma batalha verbal que continham duras críticas contra Erwin Kessler, defensor dos direitos animais e presidente da Associação contra Confinamento Animal (Verein gegen Tierfabriken, em alemão).

Em particular as acusações o tachavam de “racista” e “antisemita”, bem como de “manter contatos com os negacionistas do Holocausto e neonazis”, segundo conta o diário suíço Tages-Anzeiger. O jornal aponta que o usuário também acrescentou um comentário sob um destes posts.

O juiz decidiu impor a multa ao acusado por estimar que insultou Kessler ao dar um “Like” no post. Dessa forma, o acusado compartilhou a opinião que continha a mensagem, tornando a disponível na timeline de um monte de outros usuários, contribuindo para que os insultos a Erwin tomasse grande proporção. O Die Presse considera que esse seja o primeiro caso da história quando um tribunal castiga alguém apenas dar uma “curtida” em uma rede social.

Erwin Kessler também é famoso por afirmações equivocadas. Em 1998, ele acabou na prisão por assegurar que as pratica dos matadouros guarda muita semelhança com as práticas aplicadas nos campos nazistas.

Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Deixe uma resposta