Suposto advogado estuprava e extorquia menor de 16 anos em Porto Velho

Agentes da Polícia Civil do estado de Rondônia investigam uma denúncia de estupro continuo e extorsão realizadas por um suposto advogado, contra uma estudante de 16 anos ocorrido em Porto Velho.

Registros relatados em um Boletim de Ocorrência lavrado na 2º Delegacia de Polícia da capital, apontam que o homem, de aproximadamente 50 anos, atacava sexualmente a vítima e extorquia dinheiro de sua família, há aproximadamente um ano.

O crime foi descoberto, após a mãe da vítima perceber que uma quantia aproximada de R$ 4 mil havia desaparecido da sua conta em seguidos saques, efetuados nos últimos meses em caixas eletrônicos.

Ao verificar nas câmeras do banco a mãe viu que a sua filha era a autora das retirada.Quando questionou a menor ficou sabendo, que ela sofreu ameaças e violência sexual desde o mês de agosto de 2015.

De acordo com a adolescente, o primeiro ataque aconteceu quando ela saiu da escola e foi abordada pelo acusado, que dirigia um veículo modelo Jipe de cor cinza, que a obrigou a entrar no carro e arrastou para uma residência na zona Leste.

No local a jovem disse estuprada e após algum tempo passou a receber ameaças em seu telefone celular, através do aplicativo WhatsApp. Nas mensagens o acusado afirmava que se a vítima não fizesse o que ele mandasse, mataria ela e sua família.

Com essas ameaças o homem conseguiu por mais três vezes atacar sexualmente a jovem e fazer com que ela sacasse dinheiro e lhe repassasse.

A mãe pediu que a menor desse uma prova do que ela estava falando, a menor mandou um “oi” no WhatsApp para o acusado e ele retornou com a seguinte mensagem “Oi linda, quero transar com você, e não estou pedindo, estou mandando; Eu fiz com você na primeira vez, lhe obrigando, me desculpa se te machuquei né, sua otária, há…eu quero dinheiro também… e quero logo, me responda sua put*”.

Ao perceberem a gravidade da situação os familiares da jovem procuraram a polícia e alegaram que conhecem o acusado, que ele advogado e vizinho da casa da vó da jovem, a vítima disse que sofria constantes assédios por parte do acusado quando passava pela rua de sua avó.

O caso está sob responsabilidade da Delegacia de Proteção à Criança e Adolescente.

As informações são do Rondoniaovivo

Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Deixe uma resposta