Notícias no Whatsapp sobre política, economia, artigos, jurídico, cultura e viagens.

Surfista é morto pela própria mulher após agredi-la no litoral de SP

0

Homem recebeu uma facada na veia femoral e não resistiu aos ferimentos. Ele era conhecido por seus trabalhos com o surfe em várias partes do Brasil

Um surfista foi morto após agredir a própria esposa, na noite da última terça-feira (18), em São Vicente, no litoral de São Paulo. Marco Antonio Lui, de 57 anos, conhecido como Bill, recebeu uma facada na veia femoral e não resistiu aos ferimentos. Ainda não se sabe o motivo da briga do casal.

De acordo com informações da Polícia Militar, a briga aconteceu já no fim da noite da última terça-feira. Após as seguidas agressões, a esposa resolveu se defender e acertou uma facada no homem na altura da perna. A mulher prestou depoimento e acabou sendo detida.

Equipes do Corpo de Bombeiros e da Polícia Militar foram ao local para atender a ocorrência. O homem chegou a receber atendimento médico, mas não resistiu aos ferimentos e morreu. O caso será registrado no 1º DP de São Vicente, onde as investigações serão realizadas.

Marido e mulher participavam de eventos de surfe na região (Foto: Henrique Crescente/Alma Surfe)

Marido e mulher participavam de eventos de surfe na região (Foto: Henrique Crescente/Alma Surfe)

 Carreira no Surfe

Além de surfista da ‘velha guarda’, Bill foi professor da Escola Municipal de Stand Up Paddle de São Vicente, presidente da Associação São Vicente de Surfe e um dos mais antigos juízes de campeonatos em atividade. Ele e a mulher, Rochelle, participavam com frequência de eventos relacionados ao esporte em várias cidades do litoral de São Paulo. Em 2016, Bill foi um dos responsáveis por carregar a tocha olímpica dos Jogos do Rio de Janeiro no litoral de São Paulo.

Comentários
Carregando