Suspeito de estupro se joga em carro da PM para fugir de linchamento no DF

Caso ocorreu no estacionamento da Concha Acústica durante a madrugada. Polícia Civil trata o crime como tentativa de estupro de vulnerável.

Um homem de 30 anos foi detido, por volta das 3h desta segunda-feira (6), suspeito de ter tentado estuprar uma mulher de 34 no estacionamento da Concha Acústica, em Brasília. Quando a Polícia Militar chegou ao local, o suspeito se jogou no interior de um dos carros da corporação para fugir de uma tentativa de linchamento.

O homem foi levado para a 5ª Delegacia de Polícia, na Asa Norte. Testemunhas contaram que ele e a vítima estavam em uma área isolada na região e que, depois do ocorrido, o suspeito teria nadado em direção a um evento cercado.

“Cerca de 20 pessoas queriam agredi-lo, de acordo com relatos dos próprios seguranças do evento. Eles disseram que estavam com pedaços de paus e facões. Quando a Polícia Militar chegou, eles já não estavam mais lá”, disse o major Michello Bueno, do Centro de Comunicação Social da PM.

Segundo a PM, duas pessoas que presenciaram o crime avisaram os vigilantes do evento, que acionaram a corporação. Em nota, a organização da festa afirmou que o caso ocorreu quase três horas depois do término da programação e que “nenhum dos envolvidos estiveram dentro da área do evento”.

Na delegacia, o suspeito confirmou que teve relação sexual com a mulher, mas disse que foi “consensual”. A mulher estava embriagada e, de acordo com a polícia, não tinha condições de prestar depoimento.

A Polícia Civil trata o crime como tentativa de estupro de vulnerável. A corporação informou que a vítima foi encaminhada ao Instituto Médico Legal (IML), e o laudo não foi conclusivo.

Fonte: g1

Painel Político, é um blog de notícias de Rondônia, com informações sobre política regional, nacional, economia, jurídico e variedades. Siga-nos nas redes sociais, visite-nos diariamente e fique sempre bem informado.

Participe do debate. Deixe seu comentário