fbpx
Suspeito de queimar partes íntimas da companheira confessa o crime

Um homem identificado com Luís Fernando Monteiro de Araújo, 20, confessou ter torturado e mantido em cárcere privado a ex-mulher por três dias no bairro Compensa, zona Oeste de Manaus. Ele admitiu ter cortado com faca o cabelo da vítima e queimado suas partes íntimas, nesta segunda-feira (29).

De acordo com as informações do ‘G1’, ele fez a confissão à Polícia Civil do Amazonas. O suspeito foi apresentado na Delegacia Especializada em Crimes Contra a Mulher, Zona Centro-Sul. De acordo com as investigações, ele também obrigou a vítima a beber a própria urina.

O suspeito também está sendo investigado de ter abusado sexualmente de uma menina de nove anos na comunidade onde foi preso, segundo informou a delegada responsável pelo caso, Juliana Tuma.

O suspeito estava foragido desde novembro e tinha um mandado de prisão em aberto. Ele foi encaminhado para a DECCM para a realização dos procedimentos cabíveis. Na segunda-feira (27), ele seguirá para o Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM).

Luís foi indiciado por tortura, sequestro, cárcere privado e estupro de vulnerável tentado. Ao término dos procedimentos cabíveis na DECCM, ele será levado ao Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM), onde irá permanecer à disposição da Justiça.

Painel Político, principal fonte de informações políticas de Rondônia. Com noticiário completo sobre economia, variedades e cultura.

Deixe uma resposta