fbpx
MPF-DF vai à Justiça contra fraude em cotas para concurso de diplomata
MPF 

MPF-DF vai à Justiça contra fraude em cotas para concurso de diplomata

On : --

O Ministério Público Federal do DF (MPF-DF) propôs ação civil pública contra seis candidatos suspeitos de fraudarem a declaração racial no concurso público do Instituto Rio Branco, destinado à admissão na carreira de diplomata do Ministério das Relações Exteriores. O órgão tenta impedir que os concurseiros tomem posse nas vagas reservadas para negros por considerar que eles não fazem jus à política de cota racial.

Juiz absolve acusados de fraudar concursos públicos com “cola eletrônica”

Juiz absolve acusados de fraudar concursos públicos com “cola eletrônica”

On : --

O juiz Vallisney de Souza Oliveira, da 10ª Vara Federal Criminal de Brasília, absolveu vários réus em ação penal acusados de associação criminosa e fraude a concurso público e vestibulares feitos pelo Centro de Seleção e de Promoção de Eventos, da UnB. Ele entendeu pela atipicidade da conduta porque na época dos fatos não existia tipo penal para a “cola eletrônica”.