Renan pede absolvição sumária por “quadrilhão” do PMDB

Renan pede absolvição sumária por “quadrilhão” do PMDB

Em

O senador Renan Calheiros (PMDB/AL) pediu absolvição sumária da acusação de integrar o “quadrilhão” do seu partido no Senado. Em defesa preliminar de 100 páginas entregue ao ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal, o advogado do peemedebista fustiga a acusação do ex-procurador-geral da República Rodrigo Janot que atribuiu a Renan e a outros caciques do partido – Romero Jucá, José Sarney, Edison Lobão, Jáder Barbalho e Waldir Raupp – o papel de líderes de organização criminosa que se teria instalado no Senado para recebimento de propinas milionárias.

Renan acusa Temer de negociar com Janot para salvar amigos

Renan acusa Temer de negociar com Janot para salvar amigos

Em

Hoje na oposição, o senador Renan Calheiros (PMDB-AL) está em guerra contra o presidente Michel Temer. Renan agora acusa Temer de ter mantido negociações com o então procurador geral da República, Rodrigo Janot, na tentativa de livrar seus amigos da Lava Jato, incluindo ministros e o então presidente da Câmara, Eduardo Cunha, hoje preso. Para o senador, Cunha e Temer são “umbilicalmente” ligados. “Aquilo ali é um corpo só”, atacou o senador.