Talento musical está ligado à genética

Um novo estudo mostrou que nem sempre a habilidade musical está relacionada à prática. Pesquisadores compararam gêmeos idênticos e descobriram que não importa o quanto um tinha praticado até aquele momento de sua vida: o gêmeo que tinha praticado muito menos ainda possuía o mesmo nível de capacidade em certas habilidades musicais.

Segundo os cientistas, isso aconteceu porque alguns aspectos do talento musical estão incorporados nos genes. Os pesquisadores analisaram o DNA de 1.211 gêmeos idênticos adultos, que compartilham quase 100% dos seus genes, e 1.358 pares de gêmeos que compartilham uma média de 50% por cento dos seus genes.

As habilidades musicais dos participantes foram testadas para ver se a prática teve um efeito sobre a capacidade. Foi analisada a forma como as pessoas poderiam detectar diferenças de tom, distinguir diferentes melodias e reconhecer diferentes ritmos.

Quando compararam a prática com habilidades musicais entre gêmeos idênticos, não encontraram nenhuma relação entre a quantidade de tempo de prática e a capacidade musical.

Fonte : ZH noticias

Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Participe do debate. Deixe seu comentário