Painel Político
A maior agência de notícias em seu Whatsapp do Brasil

Taurus é obrigada a trocar 2,5 mil pistolas da PM de GO por falhas

Segundo decisão, mesmo com manutenção, equipamentos continuaram apresentando defeito, como disparo acidental. Eles devem ser trocados por modelos diferentes

0

Uma decisão judicial determina que a empresa Forja Taurus S/A troque 2,5 mil pistolas usadas por policiais militares de Goiás. Segundo o documento, a Polícia Militar alegou que os equipamentos apresentaram problemas e, mesmo após passarem por manutenção, as falhas não foram solucionadas, causando acidentes, como por exemplo, disparos acidentais.

A empresa ainda não se manifestou.

Ainda conforme a decisão, as armas foram compradas em 2012 e começaram a apresentar defeitos em 2015. Mesmo com manutenção, avaliações do Setor de Manutenção de Armamento da Polícia Militar concluíram que os equipamentos não eram seguros.

O documento mostra que a empresa alegou que as armas entregues à PM não apresentavam problemas e que, para comprovar supostos vícios nos equipamentos, seriam necessárias perícias. Além disso, a companhia alegou que cumpriu o contrato corretamente.

Ainda assim, o juiz Ricardo Prata determinou a troca das pistolas usadas pelos militares, de modelo PT 24/7 Pro D por um de outros dois modelos sugeridos pela PM: PT 100 AF com três carregadores ou PT 92 AF com três carregadores. A decisão, com data do último dia 10 de outubro, afirma que a troca deve ser feita de forma imediata.

Conforme o juiz, o contrato com a empresa prevê a possibilidade de substituição das pistolas. Além disso, o magistrado argumenta que, se os equipamentos não forem trocados, “poderá implicar em grave risco, não apenas para os Policiais Militares que manuseiam o armamento, mas também para a sociedade, que poderá sofrer com os impactos de eventual incidente”.

A PM ainda não falou sobre o assunto.

Comentários
Carregando