TCU acusa Joesley e Mantega por prejuízo de R$ 126 milhões no BNDES

O Tribunal de Contas da União (TCU) decidiu na quarta-feira (5/7) responsabilizar o empresário Joesley Batista, sócio da JBS, o ex-ministro da Fazenda e o e Guido Mantegax-presidente do BNDES Luciano Coutinho por um prejuízo de R$ 126 milhões. Eles teriam causado o rombo ao banco público em operação para a compra do frigorífico americano Swift, em 2007.

Relatório do tribunal concluiu, com base na delação premiada de Joesley, que o trio se associou de forma criminosa para conceder vantagens indevidas ao grupo empresarial em negócios com a instituição financeira.

Deixe uma resposta