Técnicos descobrem furto de energia em condomínio de luxo

Eletrobras estima que ligação estava irregular há mais de cinco anos. Valor que pode ter sido desviado ainda não foi levantado pela Companhia

Durante uma operação de fiscalização para combater o furto de energia, técnicos da Eletrobras Piauí descobriram “gato” em seis apartamentos de um condomínio de luxo na Zona Leste de Teresina. Ainda conforme a empresa, estima-se que os apartamentos estavam ligados à revelia há pelo menos cinco anos. O valor que pode ter sido desviado ainda não foi levantado pela Eletrobras.

A operação foi deflagrada ainda na sexta-feira (15), e teve a ajuda do Grupo de Repressão ao Crime Organizado (Greco), da Polícia Civil do Piauí. Ninguém ainda foi preso.

Durante a inspeção, técnicos da companhia identificaram que seis dos 14 apartamentos do condomínio estavam ligados à rede de energia da Eletrobras à revelia da empresa, ou seja, sem o conhecimento da distribuidora.

Conforme a Eletrobras, os apartamentos não tinham medidor de energia e os condôminos não eram cadastrados junto ao órgão. Durante a inspeção, técnicos fizeram a instalação dos medidores e mediram a carga média que é gasta pelos usuários.

Essa medição, de acordo com a Companhia, poderá ajudar a empresa a prever o valor desviado durante os cinco anos de uso sem registro.

A Polícia Civil instaurou inquérito para apurar o caso e deve intimar os condôminos no decorrer das investigações. Por conta disso, os usuários poderão responder pelo crime de furto de energia.

A administração do condomínio já prestou depoimento e afirmou à polícia que a instalação da rede de energia é de responsabilidade de cada condômino e disse que não tinha o conhecimento das irregularidades encontradas no local.

News Reporter
Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

  1. E roubo que a Eletrobras faz nimquem pública, com a aduterasao, dos relógios que saem das fábrica com selo do imetro, e sai do laboratório da Eletrobras com selo rompido, eu desafio qualquer gestor dessa companhia elétrica priva alcontraio
    Pois já ganhei causa na justiça por valores absurdos, em casa com somente 3 bicos de luz, e uma geladeira, e conta vinha num valor de 1.350.00
    E através de uma pessoa de confiança que trabalha na empresa me deu está informação, e fomos em loco vê

    E não é que verdade, porém vc não vê isso repercutir.

Deixe uma resposta