Temer assina decreto que extingue 60,9 mil cargos públicos federais

O presidente Michel Temer (PMDB) assinou na tarde desta terça-feira (9/1) um decreto que extingue 60,9 mil cargos da administração pública federal direta, autárquica e fundacional. A medida, que já havia sido anunciada em 2017, vale para vagas que vierem a vagar. A informação é da agência de notícias Reuters.

Segundo a agência, o Palácio do Planalto informou que o decreto será publicado no Diário Oficial da União (DOU) desta quarta (10).

Em agosto do ano passado, durante o anúncio do afrouxamento das metas de déficit primário de 2017 e 2018, o governo afirmou que a extinção dos cargos não representaria uma economia para as contas públicas, pois os postos já estavam vagos. A medida evitaria, contudo, segundo o Palácio do Planalto, o aumento de despesas futuras.

Na época, a equipe econômica do governo também justificou o congelamento dos cargos como uma adequação à realidade do trabalho contemporâneo. O decreto eliminaria dos quadros do funcionalismo funções como a de datilógrafo.

Fonte: metropoles

Painel Político, é um blog de notícias de Rondônia, com informações sobre política regional, nacional, economia, jurídico e variedades. Siga-nos nas redes sociais, visite-nos diariamente e fique sempre bem informado.

Participe do debate. Deixe seu comentário