fbpx
Temer prega união, retomada do crescimento e manutenção de programas sociais

Áudio vazado de discurso mostra que vice-presidente vai trabalhar para trazer credibilidade ao país, que está desacreditado interna e externamente

O discurso do vice-presidente Michel Temer, um esboço que deveria ser melhor trabalhado por sua assessoria, vazou na internet pelo jornal Folha de São Paulo mas mostrou que ele está no caminho certo para tentar salvar o que resta do Brasil. Em uma fala respeitosa, Michel Temer lembrou que “há mais de um mês se recolheu precisamente para não aparentar que eu estaria cometendo algum ato, praticando algum gesto com vistas a ocupar o lugar da senhora presidente da República”, mas ressaltou que foi “procurado por muitos aflitos com a situação do nosso País”.

Temer também acrescentou que ” os brasileiros sabem que, há mais de oito, dez meses, tenho feito pronunciamentos referentes à pacificação do País, à unificação do País porque é chocante, para não dizer tristíssimo, verificar os brasileiros controvertendo-se entre si, disputando ideias e espaços, até aí tudo bem. Mas, quando parte para uma coisa quase física, isso não pode acontecer no nosso País”, e acrescentou, “a grande missão, a partir deste momento, é a da pacificação do País, da reunificação do País” e ressaltou que as políticas sociais serão mantidas, “eu sei que dizem de vez em quando que, se outrem assumir, vamos acabar com Bolsa Família, vamos acabar com Pronatec, vamos acabar com Fies. Isso é falso. É mentiroso e fruto dessa política mais rasteira que tomou conta do País. Portanto, neste particular, quero dizer que nós deveremos manter estes programas e até, se possível, revaloriza-los e ampliá-los até que, isto eu quero deixar claro, o Bolsa Família, por exemplo, há de ser um estágio do Estado brasileiro. Daqui a alguns anos, a empregabilidade tenha atingido um tal nível que não haja necessidade de Bolsa Família. Mas, enquanto persistir a necessidade, manteremos”.

O vice-presidente também destacou que “o Estado depende da atuação dos setores produtivos do País. Empregadores de um lado, trabalhadores de outro lado. Estes setores produtivos é que, aliançados, vão fazer a prosperidade do Estado brasileiro. Estado brasileiro tem que cuidar de segurança, saúde, educação, enfim, de alguns temas fundamentais que não podem sair da órbita pública. Mas, no mais, tem que ser entregue à iniciativa privada. Iniciativa privada no sentido da conjugação da ação entre empregadores e trabalhadores. Neste particular, pretendemos fazer várias reformas que incentivem a harmonia entre esses dois setores da produção brasileira”.

O discurso de Temer mostra que ele tem um plano. Bem diferente da atual presidente, cujo plano é sobreviver para depois ver o que vai fazer.

Ouça o discurso de Temer:

Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Deixe uma resposta