A teoria do PMDB para a busca no apartamento de Lúcio Vieira Lima

O pedido de busca e apreensão na casa de Lúcio Vieira Lima seria uma tentativa de desestabilizar sua candidatura a 1ª vice-presidência da Câmara.

A Polícia Federal até tentou, mas o juiz Vallisney de Souza Oliveira negou um pedido de busca e apreensão no apartamento de Lúcio Vieira Lima, irmão de Geddel, alvo nesta manhã de uma operação que apura um esquema de fraudes na Caixa.

Alguns membros do PMDB, adeptos da teoria da conspiração, creem que o pedido da PF é dirigido, em uma tentativa de desestabilizar a candidatura de Lúcio para à 1ª vice-presidência da Câmara.

De qualquer forma, o partido não acredita que o ocorrido hoje terá efeito negativo na candidatura de Lúcio Vieira Lima. Em todo caso, outros nomes podem acabar se fortalecendo na disputa.

Fonte: veja.com

Deixe uma resposta