Thammy Miranda vai se filiar ao PP, mesmo partido de Bolsonaro

Após fechar com o apresentador Datena, PP acerta a entrada do ator Thammy Miranda, filho da cantora Gretchen. O desafio de Thammy, que é transexual, vai ser lidar com figuras que rechaçam a comunidade LGBT, como Jair Bolsonaro – uma das principais lideranças da sigla

Thammy Miranda se filiou ao Partido Progressista, em São Paulo, nesta quarta-feira. Ao lado dos deputados Antonio Olim e Guilherme Mussi, o ator transexual anunciou a filiação com uma foto postada nas redes sociais. Ele chega ao PP para presidir o núcleo de diversidade. “Agora o negócio vai ficar sério. Não adianta só reclamar e não fazer po…nenhuma. Vim aqui brigar por nós e esses caras sensacionais me escutaram. Pedi para ter o novo PP Diversidade, e eles me ouviram. Muito obrigado por lutar junto comigo”, escreveu na legenda da imagem.

Thammy, que completa 33 anos nesta quarta-feira, se junta ao PP quase dois meses depois de o partido anunciar outro famoso como um de seus membros. Na ocasião, o apresentador José Luiz Datena se juntou à legenda e foi anunciado como pré-candidato à prefeitura da cidade de São Paulo.

O desafio de Thammy, que pode inclusive sair candidato a vereador em 2016, é lidar com nomes pouco queridos pela comunidade LGBT, como o polêmico deputado federal Jair Bolsonaro. Outro nome importante – e controverso – do partido é Paulo Maluf.
Thammy é filho da cantora Gretchen, que também já se arriscou no mundo da política. Em 2008, ela concorreu à prefeitura de Itamaracá, em Pernambuco. A experiência não foi exitosa para a cantora que recebeu apenas 343 votos e ficou em terceiro lugar na disputa.

Com informações do site Pragmatismo Político

Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Participe do debate. Deixe seu comentário