TJ mantém júri popular do caso Abla Rahal

Está mantido o julgamento pelo júri popular do motorista Fabiano Cesar Vergutz, acusado de ter matado a designer Abla Ghassan Rahal da Cunha, em abril do ano passado. Há cerca de um mês o Tribunal de Justiça negou recurso do acusado, mantendo a decisão da juíza de Vilhena, Liliana Pegoraro Bilharva, da 2ª Vara Criminal. Também foi mantida a prisão de Vergutz em razão dos sérios indícios de que seja mesmo o assassino. Há cerca de cinco meses o Superior Tribunal de Justiça já havia negado soltura.

Painel Político, principal fonte de informações políticas de Rondônia. Com noticiário completo sobre economia, variedades e cultura.

Deixe uma resposta