Painel Político
A maior agência de notícias em seu Whatsapp do Brasil

TRE de RO deve construir sede de R$ 100 milhões

0

Devido aos estragos causados pela cheia histórica do Rio Madeira, o Tribunal Regional Eleitoral de Rondônia (TRE-RO) deve precisar de uma nova sede. As águas invadiram quase três metros do prédio atual da Justiça Eleitoral no estado, em Porto Velho, que agora está com 100% das redes elétrica, sanitária e de cabeamento comprometidas. Os danos à estrutura da construção ainda serão avaliados pela Defesa Civil e por perícia técnica. Segundo o presidente do TRE-RO, Moreira Chagas, caso a opção seja construir uma nova sede, os custos totais podem chegar a R$ 100 milhões.

Desde fevereiro deste ano, o órgão está funcionando no Centro Político Administrativo (CPA) do governo estadual, no Bairro Pedrinhas, onde deveria ficar até maio. Como a sede do Tribunal, localizada na Rua Rogério Weber, uma das mais atingidas pela enchente, ainda não tem condições de ser ocupada novamente, o órgão conseguiu adiar a saída do CPA para fevereiro de 2015. Depois desse prazo, a Justiça Eleitoral precisará alugar um edifício, a um preço médio estimado em R$ 200 mil por mês.

Se a Defesa Civil e a perícia técnica avaliarem que a antiga sede pode ser ocupada novamente, os gastos com a reforma são calculados em, no mínimo, R$ 8 milhões. No entanto, na avaliação do presidente do TRE, os riscos de uma nova cheia acontecer no Rio Madeira preocupam. “Vale a pena o administrador gastar esse dinheiro todo, se não há ainda uma certeza a respeito do futuro? Isso vai se repetir no futuro? Isso será cíclico? É temerário gastar esse dinheiro todo ali, na ignorância de que esse evento possa se repetir”, avalia Moreira Chagas.

A segunda opção da Justiça Eleitoral é adquirir um edifício já construído. A compra teria um custo aproximado de R$ 35 milhões. A última alternativa estudada é a construção total de uma nova sede, em terreno ainda não definido. Nesse caso, os gastos podem chegar a R$ 100 milhões. Apenas para construir um edifício com a estrutura necessária, os gastos devem ser de R$ 45 milhões. E o prazo para a conclusão da obra é de cinco anos. “Se nós formos construir um novo prédio, temos que somar ao valor da construção os custos com o aluguel de um espaço. Com isso, o custo total pode chegar a R$ 100 milhões”, explica o presidente do TRE.

Inaugurada há 17 anos, a sede do TRE está localizada a 600 metros do leito do Rio Madeira. No auge da cheia, as águas avançaram cerca de 1300 metros na capital de Rondônia. O nível máximo do rio registrado foi de 19,74 metros, no dia 30 de março, segundo aferição da Agência Nacional de Águas (ANA). Dentro do TRE, conforme informou o Moreira Chagas, a água chegou à marca de quase três metros.

As informações são do G1

Comentários
Carregando