TRE deve retomar julgamento de Confúcio nesta terça

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) deve retomar na manhã desta terça-feira, 28, a Ação de Investigação Judicial Eleitoral (AIJE) contra o governador Confúcio Moura (PMDB) e seu vice, Daniel Pereira (PSB) por abusos de poder político e econômico nas eleições de 2014. Ambos foram cassados em 5 de março em uma ação semelhante movida pelo segundo colocado nas eleições, o ex-senador Expedito Júnior (PSDB). Confúcio foi cassado por 4 votos a 3 e recorreu com embargos declaratórios, que ainda não foram completamente julgados, já que o juiz eleitoral Delson Xavier, que havia pedido vistas, ainda não conseguiu proferir seu voto.

[su_frame align=”right”] [/su_frame]Mesmo assim, o vice-presidente do TRE, desembargador Roosevelt Queiroz, que havia assumido interinamente a presidência, deu início ao novo julgamento, dessa vez uma ação proposta pelo Ministério Público Eleitoral, que também pede a cassação de Confúcio e seu vice pelos mesmos motivos, a distribuição de comida no dia da convenção para mais de 2 mil pessoas, além do uso de um caminhão do hospital do Câncer de Barretos e a suposta venda forçada de convites para um jantar de arrecadação.

Na primeira sessão que tratou do caso, foi convocado o desembargador Raduan Miguel, que pediu vistas ao processo, para tomar ciência da ação. Na mesma sessão, os juízes Dimis da Costa Braga e Juacy Santos também pediram vistas para tentar resolver se o TRE julga novamente o caso da convenção (que já foi julgado e tem sentença) ou se o exclui da nova ação, atendo-se somente ao uso do caminhão e a venda de convites.

Convocação de Raduan foi questionada

Os advogados de Expedito Júnior questionaram a convocação de Raduan, alegando ter sido desnecessária, uma vez que o desembargador Péricles Moreira se ausentaria apenas por uma sessão. O questionamento foi indeferido, e ele vai julgar essa ação movida pelo Ministério Público.

 

Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Deixe uma resposta