Três policiais civis são presos em flagrante por negociar suborno de R$ 46,7 mil

A Corregedoria da Polícia Civil prendeu em flagrante três policiais pelo crime de corrupção passiva. Eles teriam recebido R$ 46,7 mil para liberar um fuzil que havia sido apreendido. Na ação também foi preso um homem pelo crime de corrupção ativa e porte ilegal de arma de fogo de uso restrito, que se tornou crime hediondo desde o último dia 26 de outubro.

A Corregedoria da Polícia Civil prendeu em flagrante três policiais pelo crime de corrupção passiva. Eles teriam recebido R$ 46,7 mil para liberar um fuzil que havia sido apreendido. Na ação também foi preso um homem pelo crime de corrupção ativa e porte ilegal de arma de fogo de uso restrito, que se tornou crime hediondo desde o último dia 26 de outubro.

O homem foi abordado quando tentava sair do pátio da 56ªDP (Comendador Soares) em um carro popular transportando um fuzil sem numeração, dez carregadores e duas pistolas.

Em troca da recuperação do armamento, ele pagou R$ 46,7 mil, dinheiro que foi recuperado após a abordagem dos agentes da Corregedoria da Polícia Civil.

Os policiais subornados haviam arrecadado as armas em uma ocorrência anterior, mas não formalizaram a apreensão, com o objetivo de negociar com milicianos.

Fonte: g1
Painel Político, é um blog de notícias de Rondônia, com informações sobre política regional, nacional, economia, jurídico e variedades. Siga-nos nas redes sociais, visite-nos diariamente e fique sempre bem informado.

Participe do debate. Deixe seu comentário