fbpx
Tribunal de Justiça do Amazonas abre 51 vagas para cartórios

Mais um concurso público para outorga de delegação de serviços notariais e registrais foi aberto. Desta vez, para o Amazonas. O Tribunal de Justiça do estado oferece 51 oportunidades, sendo 34 para provimento e 17 para remoção – seis chances são reservadas a pessoas com deficiência.

Para ingressar, é exigida formação superior em direito ou declaração de que possui 10 anos completos de exercício em serviço notarial ou de registro. Para remoção, o candidato precisa comprovar que exerce a atividade por mais de dois anos e que ainda está exercendo.

Inscrições

Quem se interessar e atender a todos os requisitos pode se inscrever entre de 15 de janeiro a 2 de março, pelo site do tribunal. A taxa de inscrição é de R$ 250.

Haverá aplicação de provas objetiva em 22 de abril de 2019, além de avaliações escrita, prática, oral e de títulos.

Há chances para as cidades de Alvarães, Amaturá, Anamã, Anori, Apu, Atalaia do Norte, Barcelos, Benjamin Constant, Beruri, Boa Vista do Ramos, Boca do Acre, Borba, Canutama, Carauari, Careiro, Careiro da Várzea, Coari, Codajás, Envira, Fonte Boa, Ipixuna, Iranduba, Itamarati, Itapiranga, Japurá, Juruá, Lábrea, Manaquiri, Manaus, Maraã, Nova Olinda do Norte, Novo Aripuanã, Pauini, Presidente Figueiredo, Rio Preto da Eva, Santa Isabel do Rio Negro, Santo Antonio do Içá, São Gabriel da Cachoeira, Uarini, Uatumã e Urucurituba.

Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Deixe uma resposta