fbpx
TSE mantém ex-governador Agnelo Queiroz inelegível por oito anos
TSE 

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) manteve a condenação que torna o ex-governador do Distrito Federal Agnelo Queiroz (PT) inelegível por oito anos. A informação foi confirmada pela assessoria de imprensa do órgão. O petista é acusado de ter desvirtuado propaganda do Governo do Distrito Federal em favorecimento próprio durante a campanha de reeleição em 2014.

Os ministros do TSE entenderam que existiu conduta irregular e impuseram o pagamento de multa, cujo valor não foi revelado. A condenação por abuso de autoridade, porém, foi negada. No mesmo processo, o ex-vice-governador Tadeu Filippelli (PMDB) foi inocentado. Cabe recurso.

Em 27 de outubro deste ano, o Tribunal Regional Eleitoral no Distrito Federal (TRE) já havia condenado, pelo mesmo motivo, Agnelo, Filippelli e o ex-secretário de Comunicação André Duda. Além da inegibilidade, eles teriam de arcar com multa de R$ 30 mil cada.

A defesa do ex-governador não foi localizada para comentar a condenação.

Fonte: metropoles

Painel Político, é um blog de notícias de Rondônia, com informações sobre política regional, nacional, economia, jurídico e variedades. Siga-nos nas redes sociais, visite-nos diariamente e fique sempre bem informado.

Deixe uma resposta