Painel Político
A maior agência de notícias em seu Whatsapp do Brasil

UFC é vendido a grupo chinês por US$ 4 bilhões

0

Irmãos Fertitta venderam a franquia por um valor 2000 vezes maior do que o que pagaram por ela em 2001. Acerto deve ser oficializado nesta segunda-feira

Um dia depois de sua histórica edição 200, o UFC fez mais um grande negócio: foi vendido por 4 bilhões de dólares (quase 13 bilhões de reais e 2000 vezes mais do que valia em 2001, quando foi comprado pelos irmãos Fertitta) ao grupo chinês WME-IMG. O acerto foi noticiado pela emissora CBS e pelo jornal New York Times e deve ser oficializado na tarde desta segunda-feira. Dana White seguirá sendo o presidente da organização e os irmãos Lorenzo e Frank Fertitta passarão a ser sócios minoritários.

O UFC foi fundado em 1993 por Art Davie e pelo brasileiro Rorion Gracie, que o venderam em 1995 para o Semaphore Entertainment Group (SEG). À beira da falência, a SEG negociou o UFC em 2001 com os irmãos Fertitta, donos de cassino em Las Vegas, por 2 milhões de dólares.

Segundo as publicações, a maior venda de uma franquia esportiva foi selada na madrugada de domingo, logo após o UFC 200, que coroou a brasileira Amanda Nunes como nova campeã, em Las Vegas. nos Estados Unidos.

Os rumores sobre a possível venda do UFC começaram em maio, quando a ESPN americana revelou que quatro empresas – WME/IMG, China Media Capital, The Blackstone Group e Dalian Wanda Group – estavam dispostas a adquirir a maior organização de MMA do planeta. Na época, Dana White disse que “o UFC não estava à venda”.

Comentários
Carregando