União Europeia e Suíça debatem hoje restrições à imigração

Representantes da União Europeia (UE) e da Suíça se reúnem hoje (20) para debater o impacto do resultado do referendo suíço realizado no começo de fevereiro, quando mais de metade dos suíços aprovou a imposição de cotas para trabalhadores estrangeiros – o que foi criticado por membros da UE.  A reunião desta quinta-feira ocorre a pedido da Suíça, com a presença do diretor-geral do Serviço Europeu de Ação Exterior, David O’Sullivan, e do secretário de Estado dos Assuntos Exteriores suíço, Yves Rossier.

A Comissão Europeia tinha anunciado, no dia do referendo, que ia avaliar as relações bilaterais com a Suíça devido às limitações. “A UE vai examinar as implicações dessa iniciativa nas relações UE-Suíça como um todo,” informou a comissão em um comunicado emitido depois do resultado do referendo.

A proposta de limitar a entrada de cidadãos da UE foi feita pelo partido suíço de extrema direita, a União Democrática do Centro (UDC). A população da Suíça também aprovou o princípio da preferência pelo trabalhador nacional em detrimento do estrangeiro, o que estava abolido desde meados da década de 1990 para todos os trabalhadores de origem dos países membros da União Europeia.

Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Deixe uma resposta