Unimed descredencia hospitais e é processada pelo Ministério Público

Unimed descredencia hospitais e é processada pelo Ministério PúblicoUnimed descredencia hospitais e é processada pelo Ministério Público

Operadora de saúde é acusada de ferir direito do consumidor

A Unimed no Rio de Janeiro é alvo de uma ação civil pública do Ministério Público do Estado (MP-RJ) por ter descredenciado hospitais sem autorização da Agência Nacional de Saúde (ANS).

De acordo com o MP, a prática contraria o interesse dos clientes, embora seja frequentemente utilizada em todo o país.

Três unidades de saúde foram excluídas da lista da Unimed no Rio de Janeiro: Barra D’or, o Rios D’or e o Hospital de Clínicas de Bangu, todos na Zona Oeste da capital fluminense. As informações são da coluna do Lauro Jardim, de O Globo.

O promotor Julio Machado Teixeira Costa pede que a Justiça devolva os três hospitais à carteira de credenciados da Unimed. Ele argumenta que o cliente que contratou o plano da Unimed contava com o atendimento nos três e pagou mensalidades esperando tê-los disponíveis.

Deixe sua opinião via Facebook abaixo!
Por favor, dê um like em nossa página no Facebook
Placeholder
Anterior «
Próximo »

Muryllo F. Bastos é advogado, editor do site e Painel Político. Natural de Vilhena.

  • facebook
  • googleplus

Deixe uma resposta

Direto de Brasília

Associado da Liga de Defesa da Internet