Universal é condenada a indenizar idosa por quebrar fêmur em culto

In Direito & Justiça
Igreja Universal é acusada de obrigar pastores a fazer vasectomia
Espalhe essa informação

Mulher de 90 anos foi atingida por pastor que “exorcizava” um fiel

A Igreja Universal do Reino de Deus foi condenada a indenizar em R$ 10 mil uma idosa de então 86 anos que quebrou o fêmur durante uma cerimônia religiosa, ocorrida em fevereiro de 2013. A decisão ocorreu no dia 29 de março na 6ª Vara Cível de Osasco, por determinação da juíza Mariana Horta Greenhalgh. O incidente ocorreu em um templo do bairro Jardim Baronesa, em Osasco.

“É inegável que os fatos narrados ensejaram, além da lesão física, sofrimento e angústia à autora, tendo em vista as fortes dores oriundas da fratura do fêmur e o comprometimento de seus movimentos, pelo que restam configurados os danos morais”, escreveu a magistrada na decisão.

O advogado Eliél de Carvalho conta que Maria de Lourdes Souza de Oliveira, de 90 anos, estava na primeira fileira do culto quando ocorreu o ritual de “libertação de demônios”, durante o qual o pastor a teria derrubado enquanto “exorcizava” um fiel. Segundo ele, a aposentada precisou ser submetida a uma cirurgia e sofreu sequelas que a impedem de se locomover sem o uso de cadeiras de rodas.

Em nota, a Igreja Universal afirmou ter agido “com responsabilidade com a vítima do acidente, prestando todo o apoio”. “Repudiamos, porém, o juízo baseado em total ausência de provas, do qual pretendemos recorrer às instâncias superiores”, escreveu.

A versão é, contudo, contestada por Carvalho, o qual diz que a idosa foi levada para atendimento médico por amigos da família e que a igreja não prestou qualquer tipo de ajuda no momento do incidente ou em ocasiões posteriores – mesmo ela sendo frequentadora há 24 anos. De acordo com ele, por não ter condições financeiras de arcar com despesas na rede privada, todo o seu tratamento foi realizado no Sistema Único de Saúde.

Ainda segundo o advogado, a família da vítima deve recorrer da sentença para aumentar a indenização. “Entendemos que ela foi boa, mas que esse valor não significa nada para uma instituição do tamanho da Universal. O dano moral tem um poder punitivo. Nesse caso, teria que ser uma indenização de no mínimo R$ 100 mil”, afirma.

Deixe sua opinião via Facebook abaixo!

You may also read!

PRF está multando motoristas

Cinco policiais rodoviários federais são presos por cobrar propina de motoristas

Espalhe essa informação A força tarefa composta por aproximadamente 100 policiais (50 Policiais Rodoviários Federais e 50 Policiais Federais)

Read More...

Por que a América Latina é a única região do mundo onde o islã não cresce

Espalhe essa informação O islã é a religião que mais cresce no mundo. Espera-se que, até o final do

Read More...
Temer analisa medidas para anular depoimentos da Odebrecht

Odebrecht entrega extratos com propina de US$ 65 milhões acertada com Temer

Espalhe essa informação Ouça a reportagem da CBN Os comprovantes são de uma propina que delatores dizem ter sido

Read More...

Deixe uma resposta

Mobile Sliding Menu