Usando tornozeleira, apenado é morto ao apontar arma de brinquedo para PM

O apenado Saulo Igor Oliveira Soares, 22 anos, foi morto na madrugada deste domingo após uma perseguição na capital. Suspeito de assalto, ele apontou uma arma de brinquedo contra um policial militar, e foi atingido com tiros no peito.

De acordo com a ocorrência, uma guarnição realizava patrulhamentos na região central de Porto Velho, quando se deparou com uma dupla em uma moto. Os suspeitos fugiram pela contra mão da Rua José de Alencar, mas acabaram caindo. O condutor da moto foi preso. Saulo continuou a fuga à pé e apontava uma arma na direção dos policiais. O foragido acabou se escondendo em uma área de camelôs na Avenida 7 de Setembro.

Os policiais fizeram cerco e um policial ficou frente a frente com o suspeito. O criminoso não obedeceu a ordem para se render e acabou apontando a arma contra o militar, que atirou e acertou o peito de Saulo. Só então foi descoberto que a arma era de brinquedo.

Uma ambulância do Samu foi acionada e como estava demorando, os policiais o colocaram na viatura e o socorreram até o Pronto Socorro João Paulo II, porém ele não resistiu e morreu.

O apenado estava usando tornozeleira eletrônica e portava três aparelhos celulares, possivelmente de vítimas de roubos. O comparsa que estava pilotando a moto foi identificado como Gleisson da Silva Cavalcante. As informações são do Rondoniagora

Objetos apreendidos com o apenado que foi morto apontando arma de brinquedo
Objetos apreendidos com o apenado que foi morto apontando arma de brinquedo
Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Deixe uma resposta