fbpx
Varejo teve uma alta 1,3% em janeiro

Reforçando a tendência registrada desde o terceiro trimestre do ano passado, o varejo brasileiro, em janeiro, teve uma alta de 1,3%, na comparação com o mesmo período de 2017, descontada a inflação.

O indicador demonstra a retomada do crescimento: uma alta de 2,6% em janeiro na comparação com o ano anterior, segundo o Índice Cielo do Varejo Ampliado (ICVA) divulgado na última sexta-feira 16.02.

Apesar do mês ter sido prejudicado pelo calendário, pois, ajustados aos impactos de calendário, o índice deflacionado apontaria alta de 1,9%, observou-se uma leve aceleração em relação ao observado no mês de dezembro (1,7%).

“É sintomático que há, de fato, uma trajetória de recuperação do ritmo de crescimento que, esperamos, seja confirmada pelas vendas do material escolar e com o desempenho do comércio em fevereiro mesmo com o carnaval”, afirmou o presidente da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Rondônia, Raniery Araújo Coelho. Segundo ele, “a tendência de diminuição da taxa de juros e a inflação menor devem animar as vendas da Páscoa e transformar 2018 num ano bem melhor para o comércio”.

NORTE TEM DESEMPENHO MELHOR DO VAREJO

O Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) apurado em janeiro pelo IBGE apontou uma alta de 2,86% no acumulado dos últimos 12 meses, enquanto dezembro registrou 2,95%. Esta desaceleração, assim como aconteceu nos últimos três meses, foi puxada principalmente pelos preços dos itens do setor de habitação – que não impactam diretamente o comércio varejista.

Na passagem entre dezembro de 2017 e janeiro 2018, as maiores acelerações foram em supermercados e hipermercados e vestuário e artigos esportivos. Já as maiores desacelerações ficaram nos setores de recreação e lazer e móveis, eletroeletrônicos e lojas de departamento.

Já em relação às regiões, nesta mesma base de comparação (dezembro de 2017 e janeiro de 2018), os destaques foram para Norte, Nordeste e Centro-Oeste que aceleraram no varejo. Pelo ICVA deflacionado sem ajustes de calendário, comparando com o mesmo período do ano anterior, o varejo ampliado no Norte registrou alta de 5,7%. Já pelo ICVA nominal – que não considera o desconto da inflação – o destaque também foi a Região Norte, que registrou uma alta de 5,7%.

Painel Político, principal fonte de informações políticas de Rondônia. Com noticiário completo sobre economia, variedades e cultura.

Deixe uma resposta