Painel Político
A maior agência de notícias em seu Whatsapp do Brasil

Veja dicas para transformar seu blog em um negócio lucrativo

0

Para a maioria das pessoas, ter um blog não passa de um hobby, mas já tem muita gente ganhando dinheiro com suas publicações online. Assim como acontece com grandes meios de comunicações, vários blogs que se destacam em determinadas áreas hoje recebem verbas publicitárias de grandes empresas interessadas em se comunicar com públicos específicos.

Alguns blogs são tão influentes que já entraram no radar das grandes agências de comunicação. Elas estudam os perfis das publicações para planejar suas ações, seja para fornecer material ou para propor a produção de publieditoriais ou até ações patrocinadas. “O influenciador de internet pode ser aquele que fala com milhões e tem uma audiência gigantesca. Esses, já são bem explorados comercialmente. Mas também existem os blogs de nicho. Eles falam com uma audiência infinitamente menor, mas atingem exatamente o público com quem a marca quer falar, gerando também um bom resultado”, explica o social media e relações públicas digital Ângelo Chaves, da agência de comunicação In Press Porter Novelli.

Tudo isso mostra que montar um blog já pode ser uma opção para quem quer ter o próprio negócio. Mas é preciso ir com calma. Não basta criar uma página e esperar que no mês seguinte ela vai estar rendendo rios de dinheiro. Um dos mandamentos do blogueiro empresário é achar um nicho claro de atuação, explica Vitor Peçanha, cofundador da empresa de marketing de conteúdo Rock Content. “Conteúdo bom não é o que atinge todo mundo. Tem de ser útil e interessante para um público específico”, afirma.

Essa foi a chave do sucesso do blog “Interney”, criado em 1997 pelo consultor e professor de mídias sociais Edney Souza como um site pessoal especializado em tecnologia e mídias sociais. Aquilo que começou como um hobby se tornou a atividade principal de Souza em 2005, quando ele deixou seu emprego de gerente de sistemas para se dedicar ao blog.

Com base nessa experiência, Souza alerta que fazer algo criativo não significa, necessariamente, que o conteúdo tem um valor de mercado: “Ser empreendedor é ter um negócio lucrativo”. Para ele, há muitos mitos sobre como se ganha dinheiro na internet. Antes de pensar em viver de um blog, o empreendedor deve pensar em ter um conteúdo diferenciado e imitar o que já é feito é o oposto disso. “Não existe ganhar dinheiro sem planejamento, sem se preparar”, explica Souza. Também é preciso frear a ambição, pois o leitor sente quando o conteúdo é muito comercial. “O importante é construir a audiência pela sua imagem”, aconselha Peçanha.

Passo a passo
Não existe receita para montar um blog lucrativo, mas alguns cuidados lembrados por Souza, Peçanha e Chaves são essenciais para conquistar audiência e brigar por publicidade. Um blog de sucesso deve ter a linguagem adequada à sua audiência, com boas atualizações e conteúdo de qualidade. Lembre-se: se o texto é bom e interessante, sempre terá alguém disposto a ler e compartilhá-lo.

Outra coisa que ajuda muito a fazer a fama de um blog é se o seu autor é uma “autoridade” em um determinado assunto. Antes de querer ganhar dinheiro, dê algo em troca ao seu público-alvo. Você precisar trazer algo novo e interessante para ser seguido.
Um pecado mortal para qualquer blog é não manter uma frequência regular de postagens. Por isso, defina a periodicidade de suas postagens e use as redes sociais para promover seu conteúdo.

E, por falar em redes, busque entrar em uma rede de anúncios. Os programas de afiliação são acordos, ou contratos, onde o webmaster se compromete a colocar propagandas (banners, links ou blocos de anúncios) em seu site anunciando produtos de outro site (anunciante). Quando um usuário clica numa dessas propagandas é redirecionado para o site do produto e, se realizar uma compra ou um cadastro, o webmaster ganha uma comissão. Outra possibilidade é tentar negociar publicidade diretamente com as marcas. Mas, lembre-se, para isso é preciso ter audiência. Abrir uma empresa também é importante. Com um CNPJ, o relacionamento do blogueiro com as agências fica muito mais fácil.

Por fim, nunca se esqueça: seja honesto com seu leitor. Informe se o post é um publieditorial ou se você ganhou o produto para testá-lo. Manter a credibilidade com seu leitor é mais lucrativo no longo prazo.
Casos de sucesso
Apesar de os blogs-empresa serem algo relativamente novo, já existem casos de sucesso nas mais diversas áreas. No setor da moda, por exemplo, blogueiras como Camila Coutinho e Camila Coelho já foram capa de uma revista feminina brasileira de grande circulação e até estrelam propagandas. São mais influentes do que muitas atrizes e modelos. O instrutor de informática e, hoje, colunista Thiago Mobilon é um exemplo de blogueiro de nicho, que hoje ganha a vida com seu “Tecnoblog” e contrata uma equipe para trabalhar com ele. Já Paulo Faustino, do “Escoladinheiro.com”, tornou-se autoridade quando se fala em monetização de blogs e ministra cursos sobre o tema. O blog de humor “Não Salvo” virou um portal e seu criador Mauricio Cid hoje é uma celebridade da web.
A remuneração de um blogueiro-empresário pode variar bastante. Não existe um padrão nos valores pagos nas ações de publicidade nos blogs de sucesso, afirma Ângelo Chaves, da In press. “Tudo depende da audiência, do objetivo da ação e de qual produto o blogueiro irá fazer publieditorial ou campanha”, diz ele. Qualquer blog está na mira das empresas. Diversas empresas mapeiam e criam conexões para relacionamento entre as marcas e os influenciadores digitais – sejam eles webcelebridades, instagramers, blogueiros ou vloggers. Tudo depende da capacidade de atrair a atenção do público para o seu conteúdo.

Fonte: Uol

 

Comentários
Carregando