Vendedor “cai na farra” e simula sequestro para não perder a mulher

Na última sexta-feira o vendedor brasiliense Valdenir Freitas de Araújo, 39, registrou boletim de ocorrência afirmando ter passado mais de 15 horas em poder de 3 bandidos que o teriam sequestrado para obriga-lo a efetuar saques em sua conta-corrente. Nesta segunda-feira, 13, ao depor na delegacia de Polícia Civil, após várias perguntas feitas pelos investigadores, sobre algumas questões que “não batiam”, ele confessou que inventou tudo porque havia ficado a noite fora de casa, na farra, e queria “salvar” o casamento.

O vendedor chegou a contar que foi vítima de sequestro relâmpago depois de ter sido abordado e rendido por três desconhecidos às 19h30 de sexta (10), em um cruzamento próximo a um posto de gasolina do Setor Industrial de Taguatinga.

Porém, a mentira não resistiu ao depoimento. Pressionado, ele confessou ao delegado Ricardo Viana, chefe da 24ª Delegacia de Polícia (Ceilândia), que passou a noite em um farra com uma mulher e amigos, até as 10h do dia seguinte, e inventou a história para evitar o fim de seu casamento. Valdenir foi indiciado por falsa comunicação de crime.

As informações são do Portal Metropole, que está acompanhando o caso.

Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Participe do debate. Deixe seu comentário