Vereadora que xingou professora no Facebook pode ser cassada pela Câmara em cidade de Rondônia

Professora foi ofendida no Facebook e xingada de “puta, vagabunda e quenga”

Uma vereadora de Porto Velho (RO) pode ser punida pela Câmara de Vereadores de Porto Velho por ter ofendido em uma postagem no Facebook, uma professora da cidade, chamando-a de “”puta, vagabunda e quenga do PT”.

Ada Dantas (PMN) está nas mãos da  Comissão de Ética da Câmara Municipal, que tem 5 dias de prazo para decidir se encaminha ou não ao plenário, a representação apresentada pelo Partido dos Trabalhadores contra a parlamentar, que está em seu primeiro mandato.

Segundo presidente da Casa, Maurício Carvalho (PSDB), assim que a Mesa Diretora recebeu a petição já fez os encaminhamentos definidos na Legislação.

A Comissão de Ética é composta pelos vereadores três vereadores, Márcio Miranda (PSDC), Edwilson Negreiros (PSB) e Márcio Pacele (PSB). Eles darão o parecer prévio sobre a confusão entre Ada e a professora em uma rede social.

Ada Dantas revoltou-se com a eleitora após ser criticada por ter votado favoravelmente a um pedido encaminhado pelo prefeito Hildon Chaves (PSDB) à Câmara.

A vereadora reagiu chamando a mulher de puta, vagabunda e “quenga do PT”.

Postagem original (esq) e modificada

O caso aconteceu no dia 24 de julho e após postar as ofensas, a vereadora editou o texto ao perceber a gravidade das ofensas.

No dia 2, o PT ingressou com pedido de cassação do mandato.

Embora a vereadora tenha pedido desculpas em seguida, em nova mensagem reconhecendo o erro, no pedido protocolado em oito páginas o PT apresenta provas do mau comportamento da parlamentar nas redes sociais através de prints.

O PT também quer que a vereadora explique o termo “Quenga do PT”.

Além de atacar verbalmente, Ada fez ameaças físicas à professora da rede municipal de ensino, o que levou o Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Rondônia (Sintero) a emitir nota de repúdio.

A vereadora é esposa do deputado estadual, Jesualdo Boabaid, também do PMN.

 

Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Deixe uma resposta