fbpx
Vereadores de SP ignoram crise e aprovam reajuste de 26,3% nos salários

Vencimentos passarão de R$ 15.031,76 para R$ 18.991,68, a partir do próximo ano

Os vereadores de São Paulo preferiram ignorar a crise, nesta terça-feira (20), e aprovar aumento de 26,3% nos próprios salários, que passarão de R$ 15.031,76 para R$ 18.991,68, a partir do próximo ano.

Segundo informações do portal G1, o reajuste contraria medida do futuro prefeito, João Doria (PSDB), que vetou para o ano que vem os salários dele, do vice-prefeito e dos secretários. O aumento é automático e não depende de sanção do prefeito.

Foram 30 votos a favor e 11 contrários. “O aumento de salários em meio à crise econômica evidencia o distanciamento desta Casa com a população. Está em total desconexão com a realidade”, disse Toninho Vespoli (PSOL).

O reajuste foi articulado pela Mesa Diretora da Casa, sob o argumento de que os salários estão congelados há oito anos. De acordo com o Legislativo, o orçamento da Câmara para o ano que vem, de R$ 620 milhões, é suficiente para pagar os novos salários. O reajuste dos 55 vereadores terá um impacto anual de R$ 2,6 milhões ao Legislativo.

Fonte: noticiasaominuto

Painel Político, é um blog de notícias de Rondônia, com informações sobre política regional, nacional, economia, jurídico e variedades. Siga-nos nas redes sociais, visite-nos diariamente e fique sempre bem informado.

Deixe uma resposta