Painel Político
A maior agência de notícias em seu Whatsapp do Brasil

Vídeo de sexo que circula no Whatsapp não foi filmado na OAB/RO

0

Imagens de câmera de segurança foram atribuídas a filmagens na OAB/RO. As imagens são de um escritório na Paraíba

(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({}); // ]]>Desde a última terça-feira começaram a circular nos grupos de Whatsapp de Rondônia imagens de uma câmera de segurança com cenas de um casal mantendo relações sexuais dentro de um escritório. O vídeo segue com a seguinte mensagem, “advogado transa com colega de profissão dentro da OAB de Porto Velho”. Não é verdade. As imagens são reais, mas ocorreram em um escritório na cidade de João Pessoa (PB). O advogado envolvido se manifestou publicamente sobre o assunto, afirmando que “foi realizada uma gravação não autorizada de momentos íntimos meus, no meu escritório, a portas fechadas. Essas imagens foram extraídas do sistema de segurança de minha empresa e publicadas em redes sociais”. Veja a íntegra de seu desabafo:

 

Advogado paraibano explica episódio que circula nas redes sociais
Advogado paraibano explica episódio que circula nas redes sociais

Perigo nas postagens

Advogado aparece em filmagens feitas em seu escritório
Advogado aparece em filmagens feitas em seu escritório

No último ano, de acordo com dados do governo federal, aumentou em 120% o índice de compartilhamento de imagens íntimas e exposição ilegal de pessoas em redes sociais, principalmente no Whatsapp. As mensagens circulam livremente atribuindo as mais diversas versões ao mesmo fato. Antes de compartilhar vídeos ou fotos, é preciso levar em consideração os estragos que tais eventos podem causar aos envolvidos e os responsáveis pelas divulgações podem ser responsabilizados civil e criminalmente.

 

 

 

Imagens foram extraídas de câmeras de segurança
Imagens foram extraídas de câmeras de segurança

 

 

Comentários
Carregando