Vídeo mostra juíza como refém; homem jogou gasolina na magistrada. Assista

Em Destaque,Polícia,Videos

Outras imagens também circulam por meio de celulares mostrando o momento da prisão do agressor

Um vídeo de 30 segundos que circula por meio do aplicativo WhatsApp mostra o homem que invadiu o Fórum Butantã, na Zona Oeste de São Paulo, ameaçando atear fogo na juíza que ele manteve refém na tarde de quarta-feira (30). O Bom Dia São Paulo exibiu trecho dessa gravação nesta quinta-feira (31) (veja o vídeo acima).

Outras imagens também circulam por meio de celulares mostrando o momento da prisão do agressor.

A filmagem da ameaça foi feita por celular por um policial militar, atendendo uma das exigências de Alfredo José dos Santos, que segurava a juíza Tatiane Moreira Lima, da Vara de Violência Doméstica, pelo pescoço. Ela foi mantida refém por cerca de 20 minutos.

O agressor, que teria cursado ensino técnico em química, havia jogado líquido inflamável nele e em Tatiane e ameaçava acender um isqueiro. Ele foi preso pela Polícia Militar (PM) quando se distraiu com a gravação.

Por conta do incidente, o Fórum ficará fechado nesta quinta-feira (31). Todas as audiências agendadas foram canceladas e serão remarcadas. De acordo com Tribunal de Justiça (TJ), “se constatadas falhas, medidas corretivas serão tomadas de imediato”.

Video 2

A Associação dos Magistrados de Rondônia emitiu nota de repúdio às agressões. Veja:

NOTA DE REPÚDIO DA AMERON – ASSOCIAÇÃO DOS MAGISTRADOS DO ESTADO DE RONDÔNIA

A AMERON – Associação dos Magistrados do Estado de Rondônia vem a público manifestar integral apoio e solidariedade à juíza Tatiana Moreira Lima, da Vara de Violência Doméstica do Foro Regional do Butantã, em São Paulo, nesta quarta-feira, 30 de março, quando uma pessoa invadiu o prédio do fórum e fez a magistrada de refém.
O fato ocorrido traz à tona a necessidade de um plano eficaz de segurança para a magistratura, a qual não pode ficar vulnerável, comprometendo a independência do Poder Judiciário e toda a sociedade.
É inaceitável que juízes ainda sejam vítimas de fatos dessa natureza, colocando em risco a sua vida no exercício da função.

A AMERON reitera o apoio à juíza Tatiana Moreira Lima e espera que a segurança dos magistrados saia do papel e se torne realidade.

Porto Velho, 31 de março de 2016

Francisco Borges Ferreira Neto – Presidente da Ameron

Vídeo 3

Deixe sua opinião via Facebook abaixo!

Leia também!

Estado Islâmico leiloa meninas cristãs como escravas sexuais

Estado Islâmico leiloa meninas cristãs como escravas sexuais

Segundo o Daily Mail, existe uma espécie de tabela. Os valores são aproximados, considerando o câmbio desta semana. Rotineiramente,

Read More...
Séries originais da Netflix entram na TV paga

Séries originais da Netflix entram na TV paga

Parceria da plataforma de streaming com canal Paramount foi anunciada nesta quarta. A Netflix passará a ser exibida na

Read More...
MPF processa reitor da UFRJ por ato contra impeachment de Dilma

MPF processa reitor da UFRJ por ato contra impeachment de Dilma

Dirigente é acusado de ‘escolher lado da moeda’ durante afastamento da petista; UFRJ diz que manifestações respeitaram posição do

Read More...

Deixe uma resposta

Menu slide para smartphones