Visita de Mike Pence a Israel causa greve de palestinos

Pence defendeu Jerusalém como capital de Israel

A visita do vice-presidente dos Estados Unidos, Mike Pence, a Israel motivou uma greve geral em várias cidades da Cisjordânia nesta terça-feira (23).

Os manifestantes criticam a decisão tomada no ano passado pelo republicano Donald Trump de reconhecer Jerusalém como capital de Israel. Pence chegou no dia 21 a Israel e, ontem (22), informou o Parlamento local, o Knesset, que a embaixada dos EUA será transferida de Tel Aviv para Jerusalém até o fim de 2019.

Fontes locais disseram que, acatando um pedido do Fatah, muitos escritórios públicos ficaram fechados. Jovens manifestantes atearam fogo em pneus nas ruas da Cisjordânia.

A decisão de Trump de reconher Jerusalém como capital israelense gerou uma crise na região, principalmente com os países muçulmanos. Ela também foi criticada por outras nações europeias.

 

Com informações da ANSA.

Painel Político, principal fonte de informações políticas de Rondônia. Com noticiário completo sobre economia, variedades e cultura.

Deixe uma resposta