Viúva de autor do massacre em Orlando é presa

Noor Salman era casada com Omar Mateen, que matou 49 pessoas na boate Pulse, em junho de 2016.

A mulher de Omar Mateen, o atirador que deixou 49 mortos em um ataque a uma boate em Orlando, no ano passado, foi presa pelo FBI nesta segunda-feira. Segundo a polícia local, Noor Salman enfrenta três acusações, entre elas a de obstrução da Justiça.

De acordo com as autoridades da Flórida, suspeita-se que Noor possa ter ajudado Mateen, que morreu na ocasião, a planejar o ataque ou ter sido cúmplice de seus planos. A mulher foi presa na cidade de São Francisco, Califórnia, onde cresceu e para onde se mudou com família após o atentado, informou o FBI. Ela deve ser transferida para a Flórida em breve, onde as acusações foram feitas.

Em junho de 2016, Mateen protagonizou o pior ataque com armas da história moderna dos Estados Unidos, matando 49 pessoas e deixando outros cinquenta feridos em uma boate em Orlando. O homem foi morto pela polícia após abrir fogo na boate Pulse, voltada para o público LGBT.

No ano passado, Noor chegou a ser interrogada pelo FBI e informou que seu marido, que alegou aliança ao grupo terrorista Estado Islâmico (EI) durante o tiroteio, vinha se “radicalizando” nos últimos meses. Na época, as autoridades não prenderam ou realizaram qualquer acusação contra Noor. Não está claro, porém, o que levou a polícia a prender Noor sete meses após o atentado.

Fonte: veja.com

Deixe uma resposta