Painel Político
A maior agência de notícias em seu Whatsapp do Brasil

Volte, Dr. Mauro Nazif! – Professor Nazareno*

0

O Dr. Mauro Nazif Rasul é um político brasileiro. Filho de imigrantes palestinos e nascido no interior do Estado do Rio de Janeiro é um homem íntegro, honesto, bom esposo e dedicado pai de família. Formado em Medicina em Volta Redonda, este grande homem decidiu vir para Porto Velho/Rondônia para a felicidade dos habitantes desta maltratada terra. “Nestas paragens do poente”, o Dr. Mauro só trouxe alegrias para os “destemidos pioneiros”. O seu currículo em beneficio dos rondonienses é muito extenso e quase todos são sabedores de suas incontáveis ações em prol dos mais carentes e necessitados. Para quem não sabe ele é cidadão honorário de Porto Velho, título concedido por indicação da honrosa e tradicional Câmara de Vereadores da cidade, uma espécie de Academia Norueguesa do Oscar, dada a sua importância no nosso município.

Para muitos porto-velhenses, no entanto, o Dr. Mauro como carinhosamente é chamado, é um verdadeiro herói. Principalmente para os servidores públicos que foram demitidos pelo ex-governador José Bianco a mando das autoridades do PSDB. O médico fluminense não pensou duas vezes em defender os servidores injustamente demitidos. Apanhou publicamente da polícia para defender os interesses alheios. Na época chegou a bradar a plenos pulmões que “não sairia da praça do palácio enquanto o governo não contratasse todos os servidores demitidos”. E assim o fez. Lutou, lutou e lutou para defender todos os perseguidos. Em 2012, o Dr. Mauro foi eleito prefeito de Porto Velho com mais de 142 mil votos, a segunda maior votação da história deste município, depois de ter sido vereador, deputado estadual e deputado federal.

Sempre eleito com enorme margem de votos, esse dedicado médico administrou a cidade de maneira ímpar. Durante os seus quatro anos de mandato, por exemplo, contratou menos de 700 funcionários comissionados. Com os servidores municipais, ele sempre teve uma relação muito cordial. Jamais permitiu retirar vantagens dos mesmos. O caso dos quinquênios, tomados de maneira vil e covarde, teria sido resolvido de forma fácil e diplomática por ele sem causar prejuízos a ninguém. Homem sincero, o Dr. Mauro jamais mentiria para ninguém. Essa lorota de “conhecer um bandido com apenas dois minutos de conversa” ele jamais teria dito. Uma mentira deslavada como esta deve ser evitada por um político sério. E dizer que abraçaria a cidade, dormiria com ela, lhe acariciaria, cuidaria das suas feridas e perfumaria os seus ares? Jamais!

Quatro anos e nenhum caso sério de corrupção. Porto Velho era feliz e não sabia. A injusta derrota do Dr. Mauro nas últimas eleições municipais jogou a nossa cidade no caos e na incerteza. Duvido que ele tivesse permitido que se colocassem aquelas “letrinhas ridículas” lá no inacabado Espaço Alternativo. Duvido! Os viadutos da cidade estão a pleno vapor, é verdade, mas todos estão sendo mal feitos e “a toque de caixa”. Prova disso é que uma carreta carregada não consegue subi-los. A ponte, claro, ainda continua escura feito breu. E o vice do Dr. Mauro? Alguém ainda se lembra dele? Em quantos escândalos de corrupção ele se envolveu? Em nenhum. Homem também íntegro e honesto, jamais envergonhou um só porto-velhense. Tomara que com esta crise política e esses novos tempos, tenhamos de trocar também o prefeito de Porto Velho. Seria muito melhor para todos nós. Volte, Dr. Mauro! O senhor nunca fez nada.

*É Professor em Porto Velho.

Comentários
Carregando