fbpx
Wagner Moura é Pablo Escobar em ‘Narcos’, de José Padilha e Netflix

O Netflix divulgou nesta quarta-feira (15) divulgou o trailer de “Narcos”, em que Wagner Moura interpreta o traficante colombiano Pablo Escobar. Com direção de José Padilha (“Tropa de elite”), a série estreia no dia 28 de agosto. Nas imagens, o ator brasileiro fala em espanhol.

Produção original do seviço de vídeos por streaming, “Narcos” tem no elenco outro brasileiro, André Matos (“Tropa de elite: “O inimigo agora é outro”). Filmada na Colômbia, a série tem, em sua primeira temporada, dez episódios. Todos vão estar disponíveis na mesma data.
A sinopse oficial descreve que “as crônicas de ‘Narcos’ mostram as emocionantes histórias da vida real dos chefões do tráfico no final dos anos 80 e os esforços brutais realizados pela lei para detê-los”.
“A série mostra com detalhes o choque entre as forças em conflito – legais, políticas, policiais, militares e civis – que culmina em um esforço para controlar a commodity mais poderosa do mundo: a cocaína.”

Ao comandar 80% do comércio mundial de cocaína durante os anos 1980, Pablo Escobar figurou na lista de bilionários da revista “Forbes” em 1987. Até hoje, é considerado o traficante mais rico da história.

Em entrevista, Wagner Moura falou sobre sua participação em “Narcos”. “Eu não era colombiano, eu era muito magro, não falava espanhol. Não tinha nada a ver”, afirmou. “Tinha a ver a loucura do José Padilha de achar que esse era o ator. Então, quando o Zé me chamou, eu pensava só em não decepcioná-lo.”

Apesar de sua carreira criminosa, Escobar nunca se poupou do olho público e, por causa de seu sonho de um dia chegar à Presidência da Colômbia, nunca evitou dar entrevistas. “Isso é outro complicador. Quando você faz um personagem que existiu de verdade, é inevitável as pessoas olharem e compararem”, avaliou o ator brasileiro.

Para se preparar para o papel, Moura viajou a Medellín, região que serviu como base do cartel comandado por Escobar, antes mesmo de ser contratado pelo Netflix. “Isso é uma coisa que me dá muita satisfação. Cada vez mais projetos são de curto prazo”, afirma.

“Eu gosto muito desses processos que são longos. E esse do ‘Narcos’ eu tive tempo para construir o personagem, ver como era o corpo dele, a coisa da barriga, sabe? O que tá aí é o que a gente queria fazer.”

Painel Político, principal fonte de informações políticas de Rondônia. Com noticiário completo sobre economia, variedades e cultura.

Deixe uma resposta