fbpx
WhatsApp deixará de funcionar em algumas versões do Android e WindowsPhone; veja quais são

O aplicativo de mensagens instantâneas WhatsApp anunciou que deixará de funcionar em uma série de sistemas operacionais, incluindo Blackberry 10, Nokia Symbian S60 e Windows Phone 7.1.

A companhia indicou que a decisão ocorre por estratégia de priorizar “as plataformas de celular que a grande maioria das pessoas usa”.

– O serviço, que pertence ao Facebook, já não estará disponível nesses sistemas a partir de dezembro de 2016.

A maior parte dos sistemas operacionais que perderão o WhatsApp já não são instalados em novos aparelhos nem atualizados por suas companhias.

A exceção é o BlackBerry 10, lançado em janeiro de 2013.

O ’10’ continua

[su_frame align=”right”] [/su_frame]A BlackBerry anunciou inclusive que planeja para o final do ano uma versão nova do sistema, a 10.3.4, com mais dispositivos de segurança.

Esse sistema, contudo, representa uma fatia menor do que 1% do mercado.

Quando a empresa lançou seu smartphone com sistema Android especulou-se que o BlackBerry 10 entraria no ostracismo.

Mas a companhia foi clara: “Não abandonaremos nossos clientes leais que contribuíram para nosso sucesso”.

Relação
A lista completa dos sistemas que o WhatsApp abandonará é a seguinte:

– Android 2.1 e Android 2.2

– BlackBerry OS 7 e todos os anteriores a esse modelo

– Nokia Symbian S6

– Windows Phone 7.1

“Ainda que esses telefones celulares tenham sido parte importante de nossa história, não oferecem capacidades que precisamos para expandir as facetas de nosso aplicativo no futuro”, indicou o WhatsApp em um blog.

O serviço de mensagens instantâneas informou ainda que quando começou a funcionar, em 2009, “aproximadamente 70% dos smartphones que eram vendidos à época tinham sistemas operacionais da BlackBerry e da Nokia”.

Hoje, no entanto, os sistemas oferecidos pelo Google, Apple e Microsoft representam 99,5% das vendas.

Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Deixe uma resposta