TST confirma justa causa levar celular para trabalho quando empresa não permite

Realizar o uso do celular no horário do expediente quando as regras da empresa não permite, pode ser caracterizado como demissão por justa causa segundo o Tribunal Superior do Trabalho (TST).

A decisão foi tomada após o TST em uma decisão, rejeitar o recurso de um atendente de telemarketing, demitido pela empresa onde trabalhava. Ignorar regra já conhecida do ambiente de trabalho resulta em quebra de confiança, “elo necessário para o prosseguimento normal da relação de emprego”, e justifica a demissão.

Deixe um comentário