CPI pode investigar investidas do governo nas eleições do Cremero

O Presidente da Assembleia Legislativa, deputado Hermínio Coelho (PSD), ao usar a palavra no plenário da Casa de Leis na data de hoje, fez um duro discurso contra ato do Governo do Estado em tentar influenciar na eleição do Conselho Regional de Medicina de Rondônia (CREMERO), o que classificou como “golpe de estado” e “mordaça”.

“No meu entendimento não pode jamais o Estado tentar interferir na eleição dos representantes da classe médica de Rondônia, que sempre pautaram sua trajetória na luta em favor da sociedade como um todo, e sempre se posicionaram de forma muito firme contra as mazelas que o governo deste Estado tem tratado a saúde pública, inclusive sendo contra a aberração da privatização da saúde pública”, afirmou.

O deputado complementa que é criminoso o que Estado está fazendo. “Eu estava lendo os sites de informações, me preocupou muito a informação de que recursos públicos estão sendo desviados para apoiar candidatos, e assim este governo perseguidor e manipulador possa comandar o CREMERO e assim toque a saúde sem ser questionado”, disse.

“O controle estatal sobre qualquer entidade de representantes de classe é inadmissível. Eu que já fui presidente de entidade, não posso permitir assim como a sociedade, que isso aconteça. O governo não consegue nem governar o Estado e agora quer controlar o CREMERO, isto é um absurdo”, destacou Hermínio Coelho. Reforça que esta ingerência é ato covarde. “O Ministério Público, tem que intervir urgente nesta situação, porque a denúncia é grave de que, recursos, que já são escassos, que tinham destino como a saúde de nosso Estado estaria sendo desviado para bancar campanhas de interesses mesquinhos de quem pretende tomar o poder na marra”, reforçou.

Ao finalizar seu pronunciamento o deputado reforçou sua preocupação quanto esta ingerência do governo. “Tentar colocar um cabresto na Classe médica é um ato de covardia”, classificou o presidente que pretende propor uma CPI para passar a limpo essa história.

OAB recebe ministra do STJ para Aula Magna da Unir

A Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Rondônia (OAB/RO), recebeu na noite de segunda-feira (07), a ministra do Superior Tribunal de Justiça (STJ), Eliana Calmon. Ela proferiu Aula Magna da Fundação Universidade Federal de Rondônia (Unir), no auditório.

A ministra foi recepcionada pela vice-presidente da OAB/RO, Veralice Veris, representando o presidente Andrey Cavalcante que está cumprindo agenda institucional em Brasília. Também compuseram a recepção à ministra, membros da Diretoria da OAB/RO e da CAARO,  conselheiros estaduais, membros da Comissão da OAB Jovem e OAB Mulher.

Logo no início, a ministra recebeu da secretária-adjunta da CAARO, Helena Sadahiro, um laço símbolo da campanha do “Outubro Rosa”, na qual a Caixa está engajada neste mês.

Depois, durante a solenidade da Aula, a vice-presidente da OAB/RO, entregou a ministra uma placa de homenagem pela sua grande contribuição ao aperfeiçoamento do ensino jurídico no país.

Ao fazer suas considerações sobre a presença da ministra, Veralice Veris, destacou o quanto a OAB sentia-se honrada em recebê-la, pois ela representa a força da mulher. “Destemida, corajosa, determinada em ajudar a construir um país melhor, livre da corrupção. É importante que a senhora mantenha esse firme propósito, para que no futuro, todos possam ter a ti como exemplo”, pontuou.

O tema abordado pela ministra Eliana Calmon foi a “Magistratura, Vocações e Desafios’’, título da disciplina sugerida para inclusão nas grades curriculares dos cursos de graduação em Direito, defendida pela Escola Nacional de Formação e Aperfeiçoamento de Magistrados (Enfam), da qual a ministra é diretora geral. A proposta da disciplina é discutir os desafios e necessidades que envolvem a carreira da magistratura.

Eliana Calmom, falou por cerca de trinta minutos e fez referência a um tema que segundo ela, vem pautando o debate entre o judiciário e a sociedade nos últimos anos: o ativismo. “Ativismo é quando o juiz sai do seu meio para mediar conflitos fora do judiciário”, explicou.

Ela criticou a postura de parte do judiciário e valorizou o trabalho dos juízes de 1º grau.

“Nós vivemos hoje uma crise dentro do judiciário. A mídia pauta o judiciário. Eu digo que o legislador deu ao judiciário um cheque em branco, e nós estamos a fiscalizar os outros dois poderes pelos desmandos que ocorrem no país. Vamos conversar e mostrar e mostrar para a mídia que o juiz não é notícia; a notícia é  o que ele julga. Jovens estudantes, este é o mundo do judiciário, por isso nós estamos convidando os jovens para esse novo modelo de judiciário”, disse a ministra.

Mulher é encontrada morta por martelada e facadas

Eunice Nunes Souza, de 64 anos, foi encontrada morta por um familiar no início da tarde de segunda feira(07) na rua Feijó entre as ruas T-2 e T-3, bairro Riachuelo, em Ji-Paraná .

A família acredita que Eunice tenha cometido suicídio, mas a polícia não descarta a hipótese de homicídio, já que havia duas perfurações na parte da frente do pescoço e um corte na parte de traz da cabeça. Foram encontrados no local um martelo e duas facas.

O laudo será liberado apenas em 30 dias.

Com informações do site Só em Rondônia

Bancários rejeitam proposta de aumento salarial feita pela Fenaban

 Em assembleia geral realizada na sede do Sindicato dos Bancários e Trabalhadores do Ramo Financeiro de Rondônia (SEEB -RO) nesta segunda-feira (7), os bancários rejeitaram a proposta de reajuste de 7,1% feita pela Federação dos Bancos (Fenaban), fazendo com que a greve bancária se estenda por tempo indeterminado em todo o país.

  O Comando Nacional dos Bancários, coordenado pela Contraf-CUT, considerou a proposta feita pela Fenaban insuficiente, pois prevê apenas 0,97% do aumento real e nenhum avanço nas questões consideradas prioritárias pelos bancários, como o fim da pressão por metas, do assédio moral e melhorias nas condições de trabalho, além de mais segurança nas agências.

 O Comando Nacional também encaminhou um documento à Fenaban reafirmando a necessidade dos bancos de apresentarem uma nova proposta que de fato atenda as reinvidicações feitas pelos bancários.

 Em Rondônia, a greve já fechou 106 agências e, a cada dia, o movimento ganha mais adesão dos trabalhadores. Com o fechamento dos bancos, os comerciantes já sentem as vendas caírem e as casas lotéricas começam a receber o dobro de clientes, os quais estão atrás de pagar contar ou fazer transações financeiras abaixo de R$ 700.

“A aprovação da rejeição da proposta da Fenaban mostra o descontentamento da categoria, a revolta com o tratamento dispensado pelos bancos aos seus funcionários. É um absurdo que um ramo que cresceu, nos últimos sete anos, 120%. Essa última proposta da Fenaban não chega sequer a 1º de aumento real, o que é inadmissível, sem falar que os bancos voltam a ignorar questões fundamentais, como melhores condições de trabalho”, avaliou José Pinheiro, presidente do SEEB-RO.

 Entre as principais reivindicações dos bancários estão o reajuste salarial de 11,93%, três salários mais R$ 5.553,15 no PLR, piso de R$ 2.860,21 e ainda auxílio alimentação, refeição, auxílio-creche/babá, melhores condições de trabalho, auxílio-educação, Plano de Cargos, Carreiras e Salários (PCCS)n para todos os bancários, entre outros.

Sema informa que árvores serão substituídas por Ypês e Oiti

extracaoarvores (2)
Extração das árvores, tipo ficus, na Avenida Tiradentes

A Prefeitura Municipal deu continuidade hoje (08), uma das etapas da operação de extração e substituição de árvores, do tipo Ficus, que costuma estar na maioria dos canteiros das principais avenidas de Porto Velho.

Pela manhã os operários da Secretaria Municipal de Serviços Básicos (Semusb), realizaram as retiradas de mais algumas mudas no trecho da Avenida Tiradentes com Jorge Teixeira.

Segundo o secretário Municipal de Meio Ambiente (Sema), Edjales Benício, informa a Equipe do Painel Político que, todas as árvores retiradas serão substituídas por Ypês amarelos e roxos e Oiti. “Infelizmente o Ficus, é uma arvore que está na maioria das grandes cidades, mas suas raízes tendem a serem profundas prejudicando as galerias que consequentemente costumam não comportar o volume de águas no períodos das chuvas,” explica o secretário.

extracaoarvores (7)
Na primeira etapa dos trabalhos, a Semusb, realiza as retiradas das mudas

Sema tem previsão de iniciar as substituições no período de 15 dias, pois será o tempo hábil que a Semusb realizará a retirada das mudas e a Secretaria Municipal de Obras (Semob) construirá as calçadas. Denis Russelakis, um dos engenheiros responsáveis do projeto pela Sema, informa que a secretaria ainda fará a manutenção dessas mudas, e que esse processo é só uma das etapas que a secretaria realizará até o fim do ano. “Iremos realizar 188 substituições nessa primeira etapa. As avenidas beneficiadas receberão constante irrigação e adubação. Estamos também com o planejamento de paisagismo na cidade, com mudas, períodos e local certos, evitando novos transtornos para a população,” enfatiza Denis.

Outro fator que foi exposto durante a entrevista foi a falta de conscientização da população acerca do lixo. “Entre a força-tarefa de realizar a retirada das árvores que ocasionam entupimentos das galerias podemos também citar que a falta de conscientização da população que joga lixo nas ruas também conta, há galerias cheias de lixo,” enfatiza Russelakis.

Edjales Benício ainda comenta que pretende realizar pela secretaria um curso de podas e que haverá novos plantios ate o final de 2014. “Estamos trabalhando para deixar esteticamente a cidade de Porto Velho mais bonita como também com mais sombra e vento fresco. Além desse trabalhos temos objetivo de finalizar o ano com 1200 mudas plantadas na cidade e até o final de 2014, mais de 7 mil mudas”, finaliza.

Trechos

extracaoarvores (10)
Galeria da Avenida Tiradentes

O serviço será feito por etapas, sendo que a operação iniciou na Avenida Tiradentes entre a Rua Uruguai e a Avenida Governador Jorge Teixeira, e seguirá para a Avenida Rio Madeira, entre os trechos que compreende entre as Avenidas Rio de Janeiro e Raimundo Cantuária e será finalizado na Avenida Guaporé.

Veja outras fotos:

extracaoarvores (5)
Retirada das árvores
extracaoarvores (12)
Galeria da Avenida Tiradentes, além das raízes é comum haver lixo, ocasionando entupimento no período das chuvas
extracaoarvores (14)
A árvore conhecida como ficus, costuma ter raízes profundas, atrapalhando a saída das águas nas galerias.
extracaoarvores (7)
Nesta manhã, foi retirado árvores da Avenida Tiradentes com Jorge Teixeira

 

 

Coluna – Confúcio entrega Rondônia à Deus. Literalmente

Olha essa

No último dia 4 foi realizado em Porto Velho um importante seminário para debater a questão da logística de transporte para Rondônia. O evento foi promovido a pedido do senador Valdir Raupp e da deputada federal Marinha Raupp (ambos do PMDB), e contou com a participação de entidades como a FIERO, FECOMÉRCIO, CNI e CNC, além de prefeitos, vereadores e empresários. Foram debatidos temas como novas rodovias, ferrovia transcontinental no trecho entre Vilhena e Porto Velho. Enfim, um seminário estratégico e de extrema importância para um estado cuja capital está economicamente estagnada.

Na mesma noite

O governador Confúcio Moura protagonizava mais uma de suas gafes, aconselhado sabe-se lá por quem. Ele estava em Ji-Paraná participando de um evento denominado “Clama Jipa”, segmentado ao público evangélico que reuniu nomes da música gospel. Evidente que Confúcio preferiu se apresentar à massa em detrimento de um evento cujo tema certamente não renderia visibilidade. Mas, assim como quase tudo que esse governo faz, o tiro saiu pela culatra.

Um atraso

De aproximadamente três horas devido ao deslocamento entre Ariquemes (onde o governador estava) a Ji-Paraná, causou revolta entre os presentes, que o receberam com uma sonora vaia, enquanto ele lia uma espécie de “decreto espiritual”, onde ele tascou essa, “conforme Deus revelou para o Edivaldo Soares…eu Confúcio Moura entrego o estado de Rondônia para Deus”. O texto havia sido escrito pela assessoria do deputado e ex-adjunto da Casa Civil. Não bastasse o atraso e a pérola, ainda teve a entrega simbólica da chave do estado para Deus.

Em que pese

O fato de estarmos ás vésperas de uma eleição, na qual o governador pretende disputar a reeleição, temos ainda o agravante da teatralidade da situação. Confúcio, até onde se sabe, não é evangélico, não acredita, de fato, na entrega da “chave do estado”. Eu acredito que ele deva estar querendo entregar Rondônia para Deus porque não está dando conta de governar. As previsões econômicas para 2014 são tenebrosas e para os próximos anos ainda mais, em função dos empréstimos que estão sendo feitos. Sei não, mas acho que está faltando gente que sabe fazer contas nessa gestão. É básico, você não pode gastar o que não tem, do contrário, vai acabar nos órgãos de proteção ao crédito.

Um exemplo

Dessa trapalhada econômica foi contar com o dinheiro que seria “economizado” com a transposição dos servidores para a União. As contas não fecham e estão longe da previsão feita pelo governo.

Fechando

Esse assunto, é bom a turma de Confúcio lembrar que Ivo Cassol responde a ação similar, exatamente pela participação em um evento evangélico. Nada contra a conversão de Confúcio, mas que está havendo exagero, é inegável. Pior ainda é ficar mal tanto com o público presente ao evento, quanto com empresários e autoridades que participavam do seminário em Porto Velho. O governo sequer mandou representante. Nesse caso se aplica bem aquela máxima de “dois coelhos com um tiro”. Só que mais uma vez, um tiro foi no pé. E o coelho ainda está vivo a beça.

Podcast

Ainda suspenso

E o plano de saúde dos delegados continua suspenso pela Unimed. O governo enviou nota nesta terça-feira afimando que “já fez os repasses aos sindicatos”. A dívida junto à Unimed é de cerca de R$ 160 mil e foram pagos cerca de R$ 105 mil. A Unimed disse que só libera o atendimento quando receber tudo. Sei não, mas acho que eles não acreditam muito na boa fé governamental quando o assunto é dinheiro.

Na biqueira

O deputado Edson Martins, que já foi prefeito de Urupá, está na iminência de perder o mandato. É que uma ação de improbidade movida contra ele pelo Ministério Público já está no Superior Tribunal de Justiça aguardando apenas a publicação do acórdão. Quando isso acontecer, sua situação vai ficar bem complicada.

Absolvidos

A juíza Inês Moreira da Costa absolveu Rossilena Marcolino e Luis da Silva Pinto das acusações que foram imputadas em sede de ação de improbidade, mas condenou Daniel Alves de Souza, pela prática imputada. A ação proposta pelo Ministério Público estadual tinha como objetivo a responsabilização dos requeridos pela prática de atos de improbidade administrativa, configurada pelo uso indevido de recursos do convênio no 104/PGE/2000 celebrado entre o Estado de Rondônia e a ASDEFRON (Associação de Deficientes Físicos de Rondônia), no ano 2000, época em que Daniel Alves era o Presidente da Instituição. A justiça entendeu, após conferir as documentações apresentadas pela defesa, que Rossilena e Luis sequer participavam da direção da Instituição na época dos fatos e que nada a ligava aos desmandos perpetrados pelo então dirigente que, aliás, já havia sido condenado pelo Tribunal de Contas antes dessa ação. Foi Daniel quem resolveu tentar por a culpa nos gestores anteriores, mas não colou. Rossilena foi defendida pela Banca Machado Nogueira e Vasconcelos.

Comentário pesado

Uma decisão polêmica da atriz Tássia Camargo está gerando comentários na internet. Em seu Facebook, a artista que atuou em várias novelas na Globo e na Record, anunciou que vai processar um internauta que a seguia na rede social. Uma pessoa comentou uma foto de Tássia ao lado do ex-presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva: “Traidor, comunista, assassino do povo brasileiro com o roubo de mais de 2 trilhões de reais da saúde, educação e segurança. Pelo jeito tu também é da quadrilha dele. Tenha vergonha de você”, escreveu. Tássia ficou indignada com o comentário e anunciou que passou a frase para seus advogados: “Recebi esse comentário que já foi encaminhado para os meus advogados. Crime. Calúnia, difamação e Danos Morais. Tu tu para esse senhor”.

Fale conosco

Pelos telefones (69) 3225-9979 ou 9363-1909. Também estamos no Facebook.com/painel.político e no Twitter (@painelpolitico). Caso prefira, envie correspondência para Rua da Platina, 4326, Conjunto Marechal Rondon.

Remédio para pressão alta pode ajudar a tratar câncer

Um medicamento normalmente usado contra pressão alta pode ajudar a combater o câncer ao abrir os vasos sanguíneos em tumores sólidos, segundo um novo estudo. Segundo os responsáveis pela pesquisa, usada em conjunto com drogas convencionais de combate ao câncer, o medicamento losartan poderia elevar a expectativa de vida dos pacientes. Após testar a técnica com sucesso em camundongos, os pesquisadores pretendem agora dar losartan a pacientes com câncer no pâncreas para ver se conseguem o mesmo resultado no combate a tumores de tratamento difícil. Atualmente, só 5% dos pacientes com câncer no pâncreas sobrevivem mais de cinco anos após o diagnóstico. Isso ocorre porque somente um em cada dez pacientes com a doença tem um tumor capaz de ser operado.

 

Federal tem a pior nota do Enade

O Ministério da Educação (MEC) divulgou na tarde desta segunda-feira, 07, o resultado da avaliação dos cursos das instituições de ensino superior que participaram do Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade) em 2012. Foram avaliados cursos de graduação na área de humanas.

O curso de Ciências Econômicas oferecido pela Universidade Federal de Rondônia (Unir) obteve a avaliação mínima e insatisfatória (1), registrando a nota padronizada do curso (0.57). Outros cursos da mesma instituição como Direito, Psicologia, Jornalismo, Ciências Contábeis e Administração tiveram avaliação regular com resultado da nota 3.

Nenhuma instituição de ensino superior de Rondônia obteve a nota máxima da avaliação, 5.

O Conceito Enade é obtido a partir dos resultados do exame aplicado aos estudantes e é um dos indicadores de qualidade da educação superior brasileira, que também leva em consideração corpo docente e infraestrutura da instituição.

 

 

 

 

 

 

enade1

Mulher é forçada a abortar e obrigada a dormir com o feto

Este incidente horrível ocorrido na China ano passado é sobre um aborto forçado que uma mulher foi submetida para atender a tal “política do filho único”. A foto de uma mulher, Feng Jianmei, de 23 anos, deitada sobre uma cama de hospital ao lado do seu bebê morto, um feto de sete meses ensanguentado gerou enorme polêmica na comunidade internacional e grupos de direitos humanos contrários a política do governo chinês. Como todos sabemos, os casais chineses não podem ter mais de um filho e os que se arriscam a ter um segundo devem pagar uma multa e se expor a isto.

Feng não tinha como pagar a multa no valor de 40.000 yuans (12.800 reais), foi detida e obrigada a abortar, apesar de estar no sétimo mês de gestação. Para terminar com o castigo, deixaram o feto morto por injeção química junto a ela, enquanto se recuperava da violenta operação.

As numerosas críticas que chegam do mundo todo fizeram com que o Governo chinês emitisse uma desculpa pública. Um servidor público do município onde vive Feng e seu esposo, foi até o hospital para se desculpar em nome do governo:

“Estou aqui representando o Governo Municipal para visitar-lhes e expressar nossas sinceras desculpas. Espero que entendam”.A agência oficial Xinhua afirmou que três servidores públicos foram despedidos: dois do departamento de Planejamento Familiar e um da municipalidade. Descumpriram as leis do país, que proíbem expressamente os abortos de fetos com mais de seis meses de gestação.

Os servidores públicos em questão afirmaram que o aborto aconteceu com o consentimento da progenitora. Detida três dias antes, Feng assinou um documento de consentimento ao não poder pagar a multa de 40.000 yuans imposta por descumprir a política do filho único instaurada na China em 1979.

O caso de Feng provocou quase 1 milhão de comentários nas redes sociais chinesas. Muitos usuários denunciaram a corrupção que existe por trás da cobrança das multas por ter um segundo filho. Já outros, menos sensíveis e mais práticos, fazem as vezes de jurisconsulto do Coisa Ruim, lembrando que se existe uma lei, ela deve ser cumprida.

 

Fonte: mdig

Semes não tem verba para manutenção do Parque Circuito

A informação foi dada pelo Secretário Municipal de Esportes e Lazer (Semes), Elinário Paiva nesta quarta-feira, 08 em reposta à solicitação encaminhada pelo vereador Alan Queiroz (PSDB).

De acordo com o secretário, o Parque Circuito está a disposição da Semes há algum tempo, contudo a pasta não detém o orçamento necessário para manutenção da área.

O Parque Circuito foi construído em 1967 e segundo alguns frequentadores do local, há muito tempo o parque não recebe qualquer manutenção, e devido à própria ação do tempo, todos os banheiros estão sem a menor condição de uso. Não há iluminação, o que facilita a ação de marginais.

Para o vereador Alan Queiroz, o adiamento na revitalização do Parque Circuito é uma privação para os usuários que gostaria de utilizar melhor um dos poucos espaços disponíveis para lazer na cidade. “É uma pena que o Parque Circuito não seja revitalizado o mais rápido possível, uma vez que os usuários e cidadãos de nossa cidade usufruiriam daquele espaço tão antigo e importante para o lazer e práticas esportivas de jovens, crianças e idosos” indaga Alan Queiroz.

Com informações da assessoria

Remake de Robocop chegará primeiro aos cinemas brasileiros

Com estréia marcada para 21 de fevereiro, o remake de Robocop – dirigido pelo brasileiro José Padilha (Tropa de Elite) -, chegará antes aos cinemas brasileiros, no dia 31 de janeiro.

Tendo Josh Zetumer como roteirista, o filme conta com  Joel Kinnaman  para interpretar o protagonista Alex Murphy, o Robocop, além Samuel L. Jackson e Gary Oldman.

Confira o trailer do longa: