Comercial do Google reúne dois amigos de infância separados há mais de 60 anos

Em 1947, o fim do domínio do Império Britânico na Índia resultou não apenas em um, mas em dois países independentes: a própria Índia e o Paquistão. A divisão do território indiano era baseada na religião e a separação resultou na migração em massa de quase 15 milhões de pessoas: muçulmanos indo da Índia para o Paquistão, e do outro lado hindus e sikhs fazendo o caminho inverso em direção a Índia.

O grande problema é que os ingleses não prepararam uma transição, os novos governos não estavam preparados para lidar com essa situação e não conseguiram manter a lei e a ordem, permitindo com que a violência eclodisse nos dois lados da fronteira, naquela que muitos chegam mesmo a considerar uma das maiores tragédias do século 20. Segundo algumas estimativas podem ter morrido até 1 milhão de pessoas. Ademais, dezenas de milhares de mulheres foram estupradas ou sequestradas, cerca de 12 milhões de pessoas se tornaram refugiadas e milhares e milhares de amigos acabaram se separando neste episódio e nunca mais se encontraram.

O novo comercial do Google, intitulado “Reunion”, relembra a história, que muito provavelmente vai comover os mais sensíveis ao mostrar o encontro de dois amigos que foram separados durante os dias dessa separação. O enredo, baseado nos dias atuais, mostra que só restou mesmo a saudade, entretanto, ao saber disso, uma jovem resolve, com a ajuda do Google, pesquisar a história e alegrar um pouco a vida de seu avô, ao encontrar seu grande amigo de infância. Muito bacana! Veja:

Senadores querem explicação sobre preços de passagens aéreas

Em alguns períodos do ano, principalmente na chamada alta temporada de férias, os brasileiros percebem que o preço de passagens aéreas aumenta de maneira excessiva. A questão será debatida por senadores, diretores de companhias aéreas e representantes do governo em audiência pública da Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) agendada para terça-feira (26).

Foram convidados para a audiência o diretor-presidente da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), Marcelo Pacheco dos Guaranys, o diretor de Assuntos Regulatórios da TAM, Basílio Dias, o diretor de Relações Institucionais da GOL, Alberto Fajerman, e o diretor de Relações Institucionais da Azul, Victor Celestino.

Também vão participar dos debates o presidente do Instituto Brasileiro de Turismo (Embratur), Flávio Dino; o presidente da Associação Brasileira das Empresas Aéreas (Abear), Eduardo Sanovicz; e o secretário-executivo da Secretaria de Aviação Civil da Presidência da República, Guilherme Ramalho.

A audiência pública foi proposta pelos senadores Cyro Miranda (PSDB-GO), Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM) e Lindbergh Farias (PT-RJ), presidente da CAE.

A reunião da CAE nesta terça-feira tem início previsto para as 11h30, na sala 19 da Ala Senador Alexandre Costa.

Ex-lateral de São Paulo e Cruzeiro, Jancarlos morre em acidente de carro

Na tarde desta sexta-feira, o carro dirigido por Jancarlos de Oliveira Barros despencou de uma ribanceira na BR-040, altura do quilômetro 60, na pista sentido Rio de Janeiro, em Itaipava, distrito de Petrópolis, próximo à entrada do bairro Catobira. O lateral de 30 anos, com passagens por renomados clubes brasileiros, chegou a ser atendido pelo Corpo de Bombeiros, mas não resistiu aos ferimentos e morreu a caminho do hospital.

O jogador, no entanto, só foi identificado na entrada da noite, quando o caso foi foi registrado na 106ª DP, em Itaipava. Familiares do jogador estão na cidade aguardando a liberação do corpo, que se encontra no pronto socorro Dr. Nelson de Sá Earp esperando transferência para o IML.

Jancarlos viajava pelo interior do Rio de Janeiro para fechar com o Duque de Caxias. Desta forma, voltaria a atuar pelo Campeonato Carioca na próxima temporada. A competição rendeu o primeiro título da carreira do jogador, ainda em 2002, um ano depois de iniciar sua carreira pelo Fluminense.

Depois de deixar as Laranjeiras, Jancarlos seguiu entre clubes de expressão no futebol brasileiro. Em 2004, passou pelo Juventude, e, no ano seguinte, se transferiu ao Atlético-PR, participando da histórica campanha da Libertadores em 2005, quando o Furacão foi vice-campeão.

Na ocasião, o time paranaense foi derrotado pelo São Paulo, justamente o clube seguinte do lateral, que assumiu a titularidade no Morumbi em 2008. Sem conseguir se firmar, passou pelo Cruzeiro em 2009, foi novamente vice-campeão da Libertadores, mas não teve sequência. Jancarlos ainda atuou por Botafogo, Bahia, Ituano, America-RJ, Volta Redonda e Rio Branco-ES, que era o seu atual clube.