Coluna – Promotora de Ouro Preto está trabalhando com proteção policial

Denúncia

Chegou ao Ministério Público em janeiro deste ano uma denúncia de enriquecimento ilícito contra o secretário de Obras e diretor do DER, Lúcio Mosquini. A denúncia foi feita pelo presidente da Assembleia Legislativa, Hermínio Coelho. De acordo com as acusações, Mosquini teria comprado um posto de combustíveis, uma casa e uma fazenda, depois que entrou no governo. Ele também foi acusado de utilizar um veículo do governo em sua propriedade.

Mosquini

Esteve no Ministério Público para prestar explicações sobre o caso e apresentou uma série de documentos que, segundo ele, comprovam que já possuía a maioria dos bens antes de entrar no governo. A casa que mora, por exemplo, segundo ele, já a possui há pelo menos 14 anos. O posto de combustíveis foi comprado em 2009 e começou a operar no ano seguinte. Já a fazenda, segundo Mosquini, foi adquirida e paga com retiradas de sua empresa, “comprei de sete herdeiros e paguei tudo com cheques”, explicou.

O caso

Ainda está sendo investigado. Os promotores estão analisando a documentação entregue pelo secretário e em breve deverá surgir alguma novidade no caso, ou pelo arquivamento ou o pedido de mais documentos. Mosquini disse estar tranquilo e tem tudo organizado.

Candidaturas

E Lúcio deve entregar o cargo no final deste mês. Ele explicou que está “zerando tudo” para não deixar pendências, nem no DER, nem na secretaria de Obras. Ele é pré-candidato a deputado federal. Outro que também vai disputar uma cadeira no Congresso é Marcelo Nascimento Bessa, secretário de Defesa. Ele vem realizando uma verdadeira maratona de entrevistas em todo o Estado.

Operação Baco

A promotora responsável pelas investigações da Operação Baco, em Ouro Preto do Oeste, Alba da Silva Lima está andando com proteção policial lá pela cidade. O coronel Amoan Garret, lotado no Ministério Público é quem está coordenando a segurança da promotora. Além de Garret, também estão na cidade, agentes do GAECO, o grupo de combate ao crime organizado do MP.

A promotora

Alba da Silva Lima também foi a responsável pelas investigações da Operação Olimpo, deflagrada ano passado em Alvorada do Oeste e prendeu nove pessoas, acusadas de envolvimento em um esquema que fraudava licitações e teria desviado mais de R$ 9 milhões dos cofres públicos.

Ele vem

Falando em Ouro Preto do Oeste, por mais que negue, Alex Testoni, prefeito licenciado de Ouro Preto, deve disputar a eleição para governo este ano. A saída de Testoni da prefeitura serviu para “tirar o foco” e deixa-lo mais tranquilo para tomar a decisão. Ele deve anunciar na reta final do prazo e vai renunciar a prefeitura.

Saíram

Após mais de oito meses presos, foram liberados nesta quinta-feira os dois últimos presos da Operação Apocalipse, Fernando da Gata e Beto Baba. Eles foram acusados, entre outras, de crimes de estelionato, associação ao tráfico e corrupção. Eles também foram apontados pela polícia como “chefes de uma quadrilha de estelionatários”. Tanto Beto quanto Fernando afirmaram ter ajudado com dinheiro a campanha de Confúcio Moura.

Só para lembrar

O tal apartamento que era alugado a Mangabeira Unger pertence a Beto Baba. O “guru” de Confúcio, segundo o Tribunal de Contas, utilizou o imóvel por 30 dias, alternados, durante três anos. O caso gerou uma ação de improbidade contra o governador, que deverá explicar essa situação esdrúxula.

Bagunçado

O Centro Político Administrativo do governo (CPA) insistentemente chamado pelo governo de “palácio Rio Madeira” é um verdadeiro labirinto para quem chega lá pela primeira vez. Faltam placas informativas, os elevadores nunca estão 100% operacionais e em determinados horários ficam lotados.

Mas

Uma coisa tem que se fazer justiça, a parte de limpeza. O local é sempre limpo, nem parece um órgão público. Nem os hospitais são tão limpos quanto o CPA.

Protesto

Policiais federais realizaram um protesto na manhã desta quinta-feira no Trevo do Roque, em Porto Velho. Eles alegam falta de estrutura e de efetivo do órgão em Rondônia. “A Polícia Federal está sucateada, esses viadutos é um dos mais emblemáticos crimes de corrupção combatido pela Polícia Federal em nosso estado, porém hoje não temos efetivo sequer para colocarmos agentes na sala da PF no aeroporto da capital, nossas fronteiras estão abandonadas, e os poucos agentes que realizam seus trabalhos sofrem com salários defasados. A sociedade precisa saber e o Governo deve agir para evitar que a PF entre em colapso”, explicou o representante dos agentes da polícia federal, João Bosco, conhecido popularmente como Bosco da Federal.

De olho

Os seguidos aumentos de preços nos postos de combustíveis em Porto Velho após a cheia do rio Madeira viraram alvo de fiscalização do Ministério Público Estadual e PROCON/RO. O MP/RO determinou que o PROCON de Rondônia fiscalizasse vários postos na cidade para constatar se há ou não abuso contra os consumidores portovelhenses no aumento praticado nas bombas de combustíveis de toda cidade. O Código de Defesa do Consumidor proíbe o aumento em preços de qualquer produto sem justificativa. Em um período aproximado de dois meses um posto da bandeira Ipiranga localizado na avenida Abunã com Campos Sales, Centro de Porto Velho, aumentou o preço da gasolina de R$ 3,109 para R$ 3,249 um aumento acima do normal em qualquer período do ano.

Fale conosco

Pelos telefones (69) 3225-9979 ou 9363-1909. Também estamos no Facebook.com/painel.político e no Twitter (@painelpolitico). Caso prefira, envie correspondência para Rua da Platina, 4326, Conjunto Marechal Rondon. Para fazer parte de nossos grupos no whatsapp envie um whats para 9248-8911 com a seguinte informação: nome+sobrenome+NOTÍCIAS (apenas para receber informações); Caso queira participar de debates e interagir com os demais membros envie nome+sobrenome+DEBATES; Não incluímos ninguém por indicação, a própria pessoa deve enviar o pedido. Notícias são enviadas até às 22 horas, a partir desse horário só se for algo de grande relevância. Também estamos com grupos no aplicativo Line e Telegram.. Para mais informações clique AQUI.

Gel usado após o sexo pode proteger contra o HIV

Um inovador gel vaginal destinado a ser aplicado após a relação sexual mostrou resultados satisfatórios na prevenção contra o vírus da Aids, em testes realizados com macacos. Os resultados, publicados na revista “Science Translational Medicine”, podem levar a novas formas de combate ao HIV, que continua se espalhando globalmente, informa a AFP. Apesar da esperança, especialistas dizem que grandes ensaios clínicos seriam necessários para testar qualquer novo tratamento, e que os preservativos continuam sendo a melhor defesa. O gel foi desenvolvido por cientistas dos chamados Centros para Prevenção e Controle de Doenças (CDCs, na sigla em inglês) e contém o fármaco raltegravir, que reduz a quantidade de HIV na corrente sanguínea.

 

Resenha – Confúcio pensa na reeleição

Punição

Mesmo sob a acusação de ter sido uma orquestração política para destruir adversários, a ‘Operação Apocalipse’ continua provocando estragos nas vidas dos envolvidos. O Tribunal de Justiça não acatou o arquivamento imediato das investigações, o Tribunal Regional Eleitoral acolheu a primeira denúncia e a Assembleia Legislativa – de olho no calendário eleitoral – puniu três dos seus membros encalacrados na investigação.

Degustação

Diante dos fatos investigados, a punição de suspensão dos mandatos parlamentares foi tímida, ainda assim merece aplauso porque a sensação inicial apontava para a degustação de mais uma pizza no plenário do Poder Legislativo Estadual. A decisão da ALE sacode para longe um pouco do pó que untava a bandeja da pizza.

Exitosa

Embora os fatos revelados na operação tenham comprovadas relações incomuns entre autoridades políticas com supostos criminosos, houve uma orquestração para desmoralizar o trabalho policial e desconstituir os fatos. Com as punições, a investigação (apesar dos excessos) restou exitosa e desmonta a acusação de uma ação política para destruir adversários.

Palhaçada

A encalacrada deputada estadual Ana da 8, após ter o mandato suspenso por seis meses, classificou de palhaçada a punição imposta pelos colegas. Os artistas circenses não merecem a comparação com as estripulias feitas pelos deputados punidos. A reação de Ana da 8 revela uma faceta cruel que esconde a verdadeira face dos candidatos quando vão às praças pedir votos. Quando a máscara cai, desnuda a palhaçada.

Idiossincrasias

Apesar da coluna, por mais de uma vez, manifestar incredulidade com a disposição do governador em disputar um segundo mandato, nas coxias palacianas os movimentos recentes dos bastidores sugerem que Confúcio Moura voltou a considerar a possibilidade da reeleição. A queda de braço nacional entre peemedebistas e petistas conspira no plano regional favorável ao governador. Como diz um amigo: só Confúcio conhece Confúcio e suas idiossincrasias.

Longevidade

Quem está na moita assistindo os movimentos políticos é o ex-governador José Bianco (DEM). Ora ele diz que pretende colocar o nome na convenção dos Democratas para deputado estadual, ora ele deixa implícito que pode galgar cargo mais auspicioso. Há quem garanta que JB teria dificuldades na disputa para um cargo majoritário em razão das dez mil demissões que fez quando governou Rondônia, mas a vaga senatorial é majoritária e a disputa está aberta. Como é um político profissional e único longevo da safra desde a instalação do estado, bobo é quem o subestima. Ele se faz de morto para dar o bote protegido pela moita.

Calamidade

A reunião entre a bancada federal, o governador de Rondônia, os prefeitos dos municípios submersos com as enchentes e a presidente Dilma Rousseff surtiu algum efeito depois que a presidente sinalizou em reconhecer o estado de calamidade e concordou em avaliar a edição de uma Medida Provisória para atender aos desabrigados. A MP é o meio mais fácil para que os recursos aportem aqui com rapidez e eficiência. Espera-se que a sinalização feito pela presidente também não desapareça nas águas barrentas do madeira.

Limpeza

Já começam a limpar a mesa os secretários estaduais e municipais que vão disputar as eleições de outubro. Todos os ocupantes de cargos que são pretensos candidatos serão obrigados a pedir exoneração até dia próximo dia 4 de abril. O delegado federal Marcelo Bessa (Segurança Pública), por exemplo, limpou a gaveta e deve ser convocado para constar na nominada de deputado federal.

Desfalque

Por dois meses a composição da Assembleia Legislativa de Rondônia ficará desfalcada de dois dos seus membros porque a assessoria jurídica daquele poder concluiu que não há previsão legal para convocar suplentes para substituir os deputados estaduais suspensos de suas funções. A constituição estadual diz que o Poder Legislativo estadual é composto por 24 deputados estaduais, embora a assessoria deduza de forma adversa.

Balão de ensaio

Os pepistas estão anunciando o lançamento de uma pré-candidatura própria ao Governo de Rondônia. O anúncio não passa de balão de ensaio desde que a legenda sofreu o revés judicial no Supremo Tribunal Federal que inabilitou o senador Ivo K-sol, único filiado ao partido com capilaridade política para enfentar a peneira das urnas. os deputados Maurão de Carvalho e Carlos Magno, outros dois sempre especulados para o cargo, não passam de uma bolinha de assopro.

Calamidade

Quem pensa que os problemas das alagações que assolam os municípios de Porto Velho, Nova Mamoré, Guajará-Mirim, Ji-Paraná e Rolim de Moura acabam com o retorno do nível do madeira está redondamente equivocado. Assim que as águas baixarem, além dos danos materias, surtos de doenças tropicais devem atingir todas populações. Vai ser um desafio hercúleo para o prefeito da capital provar que ainda é capaz para resolver as calamidades da capital.

Ungido

Pessoas próximas ao governador garantem que ele ainda não escolheu o nome para assumir a vaga de desembargador no quinto constitucional por indicação da OAB-RO. Os advogados Alexandre Camargo, Eurico Montenegro Junior e Hiram Souza Marques foram eleitos pelo pleno do Tribunal de Justiça para compor a lista tríplice e, um deles, será ungido ao cargo pela vontade do governador. Na próxima semana os três passarão por uma sabatina pessoal com o chefe do executivo estadual, razão pela qual da demora da escolha.

 

Nikon 1 V3, câmera mirrorless, é anunciada com 120 fps e slow motion

A Nikon lançou nesta quarta-feira (12) sua nova câmera mirrorless da série 1. Com um sensor de 18,4 megapixels, Wi-Fi e gravação de vídeos em Full HD (1080p), a V3 supera sua antecessora também pela velocidade: agora são 120 frames por segundo no modo slow motion em HD (720p).

A Nikon V3 impressiona pela velocidade do modo de captura de fotos contínua, que agora alcança 120 frames por segundo, uma das maiores já vistas em câmeras com lentes removíveis. A fabricante ainda garante que o modelo consegue fotografar objetos em movimento melhor que DSLRs, graças a 171 pontos focais condensados.

Completam as especificações um display LCD de 3 polegadas e duas novas lentes que acompanham o kit. Uma de 10-30mm e f/3.5-5.6 de abertura e outra com 70-300mm e abertura de f/4.5-5.6. A Nikon V3 chegará aos mercados europeu e dos EUA, em abril, por US$ 1200 (cerca de R$ 2800) com a lente de 10-30mm – a lente maior será vendida separadamente por US$ 1 mil, algo em torno de R$ 2300.

nikon Iv3

Beto Baba e Fernando da Gata conseguem HC

dagata2
Fernando da Gata

Presos há mais de oito meses, Alberto Siqueira e Fernando Braga Serrão devem ser liberados nas próximas horas após obterem um habeas corpus no Tribunal de Justiça de Rondônia.. Eles foram acusados pela Polícia Civil de Rondônia de associação ao narcotráfico, financiamento ilegal de campanha eleitoral e estelionato, entre outros crimes. Eles foram presos na chamada “Operação Apocalipse” deflagrada pela Polícia Civil, que investigava uma suposta quadrilha que atuava, entre outros crimes, com o tráfico de drogas. Apesar das acusações, a polícia nunca conseguiu comprovar essa acusação, mesmo assim eles foram mantidos presos.

Conhecidos como “Beto Baba” e “Fernando da Gata”, os dois afirmaram, quando foram presos, que financiaram a campanha eleitoral do governador Confúcio Moura. Eles foram ouvidos no Ministério Público sobre o caso.

Na primeira parte da operação foram presos 63 pessoas, entre elas, três vereadores de Porto Velho. Outros dois também foram indiciados. Todos foram absolvidos pela Câmara Municipal. Na segunda parte da operação, que aconteceu em 21 de agosto do ano passado, foi presa mais uma pessoa acusada de crime de peculato. Ela foi liberada dias depois.

Também foram envolvidos na operação, cinco deputados estaduais, acusados de envolvimento com Beto e Fernando. O deputado Adriano Boiadeiro foi suspenso pela Assembleia por ter, lotado em seu gabinete, Alberto Siqueira. O deputado Cláudio Carvalho foi suspenso por dois meses acusado de contratar a esposa de Fernando, que estava morando em Natal (RN). Também foram envolvidos no caso os deputados Jean Oliveira, Ana da 8 e Hermínio Coelho, este último teve seu filho preso erroneamente, em uma ação ainda não explicada pela Polícia Civil.

betoÚltimos presos

Beto Baba e Fernando da Gata são os últimos presos da Operação Apocalipse, e chegaram a ser ouvidos na semana passada pela justiça em Rondônia. Após desacatar o juiz, Fernando da Gata recebeu voz de prisão novamente, e encaminhado ao presídio. A operação gerou uma enorme quantidade de gravações telefônicas, documentos e até o momento, a única prova obtida de fato pela polícia foi a fraude bancária, já que ambos foram acusados de uma série de operações fraudulentas contra o sistema bancário. Os bancos negam esse prejuízo e afirmaram que se trata apenas de “dívidas bancárias”.

 

 

 

Confúcio é o “chefe da quadrilha”

confucio2

Quando desembarcou em Porto Velho, transferido após ter sido preso em Natal (RN), Fernando da Gata afirmou que “o chefe da quadrilha é o governador”, referindo-se a Confúcio Moura. Fernando alega ter financiado parte da campanha de Confúcio ao governo:

 

 
)

Estados criam 10 mil cargos sem concurso público em um ano

O número de servidores estaduais em cargos comissionados no País aumentou de 105,2 mil em 2012 para 115,6 mil no ano seguinte. São Paulo foi o responsável pela maior parte dos novos cargos comissionados criados durante o período avaliado. Foram quase 7 mil vagas, um crescimento de 90% em relação a 2012. Já o Amapá registrou o maior aumento de servidores comissionados: passou de 1.752 para 5.254, três vezes mais.

O número total de funcionários públicos empregados nos Estados teve um ligeiro recuo, de 0,3%, enquanto os funcionários comissionados aumentaram 9,9%. Na administração direta (secretarias), em que o total de servidores cresceu 4,3%, o número de comissionados subiu 12,3%.

Também houve aumento, de 13,6%, no número de funcionários sem vínculo permanente, aqueles que têm contratos temporários, mas não são terceirizados. Muitos deles fazem concursos para trabalhos específicos, como pesquisas do IBGE ou grandes campanhas na área de saúde.

Na administração indireta (fundações, autarquias e empresas públicas), em que a tendência é de enxugamento, o número de funcionários teve redução de 23,7%, mas os comissionados cresceram 3,9%. Os números referem-se a empregados dos Executivos estaduais, não incluem Judiciário e Legislativo.

Do total de servidores estaduais da administração direta, 3% são comissionados. Em Roraima, chegam a 17,8% e no Amapá, 15,2%. As menores proporções estão em Minas Gerais (1,05%) e no Paraná (1,06%).

A pesquisa mostra que onze Estados reduziram o número de cargos comissionados em um ano. A maior redução aconteceu em Pernambuco, com 42,5% de servidores empregados sem concurso a menos. Havia 3.390 cargos comissionados em 2012 e no ano seguinte o número caiu para 1.948.

Os dados não levam em conta o Estado de Alagoas, que não prestou as informações completas ao IBGE.

MP e PROCON fiscalizam os preços praticados nos postos da Capital após a cheia

Os seguidos aumentos de preços nos postos de combustíveis em Porto Velho após a intensificação da cheia do rio Madeira viraram alvo de fiscalização do MP que determinou que o PROCON a fiscalização de vários postos na cidade para constatar se há ou não abuso contra o consumidor portovelhense no aumento praticado nas bombas de combustíveis de toda cidade.

O Código de Defesa do Consumidor proíbe o aumento em preços de qualquer produto sem justificativa. Os preços, que elevaram de forma súbita nos postos de gasolina desde o inicio da cheia do rio Madeira não está sendo visto com bons olhos pela comunidade local. O fato das distribuidoras de combustíveis instaladas em Porto Velho não darem nenhuma informação sobre quais os impactos efetivos que a cheia trouxe para a operacionalização dos serviços aumentam ainda mais a desconfiança por parte dos motoristas que acreditam que muitos postos estariam utilizando-se da situação de calamidade pública para lucrar com a elevação do preço.

O preço médio, da gasolina, praticado nos últimos dois meses passou de R$ 3,109 para R$ 3,249 um aumento acima do normal em qualquer período do ano.

Até a próxima semana o PROCON/RO deverá encaminhar o relatório ao Ministério Público Estadual que irá analisar se existe intensão de abuso por parte dos distribuidores e donos de postos de gasolina no aumento de preços de combustíveis na capital.

Fonte: Rondoniaovivo

Adolescente mata ex, um dia antes de completar 18 anos

Um jovem que matou a ex-namorada de 14 anos com um tiro na cabeça, um dia antes de completar 18 anos, no Distrito Federal, cumprirá medidas socioeducativas até ser julgado. Ele não teve sua identidade revelada por ter menos de 18 anos no dia do crime, mas filmou o crime e divulgou o vídeo para amigos por meio de um aplicativo de troca de mensagens, segundo a Polícia Militar. Em outro vídeo divulgado pelo WhatsApp, ele admite o assassinato. As informações são do jornal Folha de S. Paulo.

O rapaz foi apreendido na terça-feira e confessou o crime à Polícia Civil. Ele foi levado para uma unidade de internação de adolescentes infratores e cumprirá medidas socioeducativas por ao menos 45 dias. Para explicar o crime, o jovem disse que menina estaria “botando pressão” em gangues rivais. Segundo relato dele, Yorrally Ferreira, sua ex-namorada, implorou para não ser morta, mas ainda assim o rapaz deu um tiro no rosto da garota, que morreu na hora.

Uruguai plantará maconha em prédios militares para garantir segurança

Uruguai plantará maconha em prédios militares como parte de sua iniciativa de regular a produção, distribuição e venda da droga e para assegurar que se cumpram as medidas de segurança, explicou nesta quinta-feira o ministro da Defesa Nacional, Eleuterio Fernández Huidobro.

As Forças Armadas uruguaias cederão terrenos para a plantação e se “encarregarão da segurança”, explicou o ministro em declarações a “Radio Sarandí”.

Por não estar legalizada em outros países, “não podemos permitir” que a maconha produzida legalmente no Uruguai “ingresse em outros países, principalmente nos fronteiriços”, afirmou o ministro.

A decisão de cultivar maconha em campos militares foi adiantada pelo presidente do Uruguai, José Mujica, em entrevista concedida na quarta-feira ao jornal chileno “La Tercera” durante sua estada em Santiago para participar dos atos de posse da presidente Michelle Bachelet.

Fernández Huidobro, assim como Mujica, foi um líder histórico do movimento guerrilheiro Tupamaros e durante a ditadura uruguaia (1973-1985) ambos estiveram presos e em duras condições no interior de quartéis.

Atualmente, o governo uruguaio avança na implementação da lei que regula a produção, distribuição e venda de maconha no país.

A nova lei, promovida pelo presidente Mujica, gerou polêmica em nível internacional e nacional, ao estabelecer taxativamente o “controle e a regulação por parte do Estado de importação, exportação, plantação, cultivo, colheita, produção, aquisição, armazenamento, comercialização, distribuição e consumo da maconha e de seus derivados”.

Mujica repetiu em várias oportunidades que o que busca é uma “alternativa” à via da repressão para lutar contra o narcotráfico, já que, diz, “a batalha está perdida no mundo todo, e há muito tempo”.

A lei foi aprovada em 10 de dezembro pelo parlamento uruguaio e promulgada duas semanas depois por Mujica.

A Junta Nacional de Drogas tem quatro meses de prazo a partir do sinal verde legislativo para sua regulação antes da entrada em vigor.

Morre aos 81 anos o ator Paulo Goulart

O ator  Paulo Goulart morreu, aos 81 anos, em decorrência de um câncer, na cidade de São Paulo. Em 2012, Paulo Goulart passou algumas semanas internado no setor de oncologia do Hospital Beneficência Portuguesa, em São Paulo, para tratar de um câncer do mediastino, uma cavidade no centro do tórax, localizada entre os pulmões. Há sete anos, o ator já havia passado por uma cirurgia para a retirada de um tumor no rim.

Paulo Goulart é o nome artístico de Paulo Afonso Miessa, que nasceu no dia 9 de janeiro de 1933, em Ribeirão Preto, em São Paulo. O Goulart veio de um tio, o radialista Airton Goulart. A carreira artística começou na Rádio Tupi, em 1951, como ator de radionovelas. No mesmo ano, Goulart fez seu primeiro trabalho na TV ao lado de Mazzaropi.

Família

Goulart conheceu a atriz Nicette Bruno, em 1952, quando ela procurava um galã para atuar ao seu lado na peça “Senhorita, Minha Mãe”. Goulart fez um teste e foi aprovado pela própria Nicette. Pouco depois, os dois começaram a namorar e permaneceram casados por toda a vida de Paulo. Juntos eles tiveram três filhos, sete netos e dois bisnetos. Os três filhos do casal, Beth Goulart, Bárbara Bruno e Paulo Goulart Filho, são atores, assim como as netas Vanessa Goulart e Clarissa Mayoral.

Claudio Carvalho diz que o parlamento estadual é escabroso

O deputado, suspenso, Claudio Carvalho(PT) alegou na tarde desta quarta-feira(12) durante o período concedido para sua defesa na tribuna a ALE, que não entendi o posicionamento da casa e dos pares presentes que votaram a favor da sanção imposta a ele. “Eu não tenho que provar minha inocência pois se quer fui processado. Como entender o posicionamento desta casa, o deputado Marcos Donadon está preso, com condenação transitada e julgado pela justiça, e se conseguir um Habeas Corpus, vai voltar no dia seguinte para o seu gabinete nesta casa. Mas eu, que fui indiciado na operação questionável da PC e não fui processado pelo Poder Público vou ficar sem mandato por dois meses, que tipo de sanção é essa?”.

A sessão ficou acalorada e a platéia iniciou uma vaia à mesa processante.

Acompanhe o Vídeo.