Coluna – Onde estão as mudas que custaram R$ 500 mil?

Coluna Painel Politico, jornalista Alan Alex

ONG recebeu, em 2010, meio milhão para cuidar de mudas que fariam arborização em Porto Velho

Ficando por aqui

Fernandinho Beira-Mar, condenado a 309 anos de prisão, vai continuar “hospedado” no presídio federal em Rondônia, pelo menos por mais um ano. A decisão é do juiz Eduardo Perez Oberg, da Vara de Execuções Penais (VEP) do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro, que atendeu uma solicitação da secretaria de segurança daquele Estado. É bom lembrar que a permanência dele por aqui, também trás parentes, aderentes e amigos que ficam por perto. Além de Beira-Mar, outros ilustres detentos também estão hospedados por aqui.

Falando em prisão

O ex-empresário de comunicação Mário Calixto foi preso em Balneário Camboriú esta semana, quando escolhia uma garrafa de vinho em uma adega da cidade. Mário, que havia fugido do hospital Prontocordis e foi localizado na Bolívia, onde havia conseguido um salvo-conduto, abusou da sorte ao entrar no Brasil. Ainda não sei qual a parte das mudanças que ocorreram (e ainda ocorrem) no Brasil que ele não entendeu. Se até Marcelo Odebrecht, um dos homens mais ricos do país está “puxando cana”, não seria ele que iria ficar impune.

Outro

Que também se encontra na condição de foragido é o ex-presidente da Assembleia Legislativa de Rondônia, Natanel Silva, condenado a pouco mais de 14 anos de prisão. A polícia está em sua cola e é questão de tempo ele ser apanhado. Natanael é o 4º presidente do legislativo rondoniense que será preso. Já foram parar na cadeia Marcos Donadon, Carlão de Oliveira, Valter Araújo e Natanel, que está foragido.

Umas fotos

E vídeos andaram circulando nesta sexta-feira pelas redes sociais mostrando que a nova tubulação que vem sendo usada pela prefeitura estaria apresentando defeitos e estava sendo substituída “antes que alguém visse”. A Secretaria Municipal de Obras emitiu nota informando que na verdade “uma tubulação foi substituída no Bairro Marcos Freire, mais precisamente na Rua Muriaé com Jacobina, porque quando o tubo estava sendo instalado e antes de ser totalmente enterrado, um morador teria tentado fazer a ligação da água servida de sua residência a rede de drenagem, causando danos ao cano que precisou ser substituído”.

A Semob

Também informou que “em relação aos tubos expostos no Bairro Marcos Freire tratam-se de retalhos das tubulações necessários para a ligação com os pontos de vistoria (PVS) e que na fotografia apresentada na matéria, a empresa estava recolhendo os retalhos ao longo dos 4.5km de obra justamente para destinação final, tendo em vista que está incluso no valor da obra a sua limpeza”. E finalizou a nota informando que “sobre o valor mencionado superior a R$39 milhões em outra licitação para a aquisição de tubulação, trata-se na verdade de um registro de preço, onde a prefeitura visa justamente a economicidade”.

Falando em prefeitura

Eu estava lembrando dia desses sobre a gestão anterior do “cumpanhero” Roberto Sobrinho e recordei que a municipalidade havia contratado uma tal Raiz Nativa que era encarregada de “cuidar das mudas” das árvores que foram doadas pelas usinas naquele programa “fanta” de arborização da capital. A tal ONG recebeu na época, pouco mais de R$ 500 mil. O assunto foi tratado NESTA COLUNA, e até hoje, nada. As mudas, sabe-se lá onde ficavam, também nunca apareceram.

E o Espaço Alternativo?

Pois é, por lá haviam centenas de árvores que haviam sido plantadas nesse mesmo programa de arborização (aliás, só plantaram por lá). Elas foram retiradas (acredito nisso) e sabe-se lá onde foram parar. Não creio que a empresa tenha tido coragem de arrancar e jogar fora aquelas árvores que já estavam começando a crescer. Alguém tem que dar conta delas, né governador?

Quando falamos do Espaço

A gente lembra de duas coisas, Lúcio Mosquini e DER. O primeiro tenta de todas as formas ser esquecido pelas lambanças que aprontou, mas ninguém esquece não. Com o fim do recesso judiciário, o STF deve voltar com pressa de julgar algumas ações e a dele está na biqueira. Já o DER, que está nas mãos do coronel-bombeiro decidiu que alguns servidores, principalmente os lotados em Jaru, não precisam de dinheiro e não pagou a produtividade de vários. Teve gente que recebia R$ 2.500 e este mês recebeu apenas R$ 800.

Intervalo

Fim de semana chegando, e neste sabadão nada melhor que um churrascão! E o melhor lugar para comprar aqueles cortes especiais é na Prime, Espaço Gourmet que está com algumas ofertas para o fim de semana, incluindo o famoso T-Bone de Angus, costela de Angus e coração da alcatra. A Prime fica bem ali na Jorge Teixeira, 2773.

Novo

O Ministério Público Eleitoral emitiu parecer favorável à criação do 33º partido político brasileiro. Trata-se do Partido Novo, agremiação política com evidente inspiração liberal (menos Estado e mais indivíduo) e foco na eficiência da gestão pública, que apenas aguarda a deliberação do plenário da corte eleitoral para poder participar das eleições do próximo ano. Para isso precisa ser aprovado até outubro deste ano, a sigla adotará o número 30.

Por aqui

O Novo já se articula, ainda está longe de fechar uma nominata, mas está organizado e realizou um evento dias atrás em um restaurante da capital para discutir alguns cenários. Vamos ver quem e como será comandada a nova legenda.

Já o PP

Promove em 1º de agosto o seminário progressista, com o cientista político José Luciano Dias. O evento será em Ji-Paraná e vai abordar os temas como reforma política e marketing para as eleições 2016.

Falando em Ji-Paraná

Jesualdo Pires, prefeito de Ji-Paraná comemorou nesta sexta-feira a entrega para a comunidade do Bairro Duque de Caxias, a reforma geral da quadra de esportes e quiosque com mesas feitas de pneus para atividades. Segundo o prefeito, “todos serviços feitos com pessoal da prefeitura, economizando muitos recursos”. Jesualdo vem conseguindo fazer uma administração exemplar em Ji-Paraná e apesar de algumas críticas, o saldo é bem mais positivo.

Para contatos

Fale conosco pelos telefones (69) 3225-9979 ou 9363-1909. Também estamos no www.painelpolitico.com e www.facebook.com/painel.politico e no Twitter (@painelpolitico). Caso prefira, envie correspondência para Rua da Platina, 4326, Conjunto Marechal Rondon. Whatsapp 9248-8911.

Técnica de estimulação cerebral pode aumentar a capacidade de aprendizado

Pesquisadores descobriram uma nova técnica para melhorar a performance do cérebro que pode aumentar a performance física em indivíduos saudáveis, como atletas e músicos. A técnica pode, inclusive, aprimorar tratamentos para condições neurológicas e psicológicas como AVC, depressão e dor crônica. A ideia de estimular diferentes partes do cérebro usando eletricidade pode soar um pouco futurística, mas esses tipos de tratamentos têm uma longa história. Muitos médicos e cientistas do passado não entendiam exatamente como a terapia com eletricidade era efetiva, mas eles reconheciam que ela podia ser usada para tratar um bom número de doenças, como dores nas juntas, dores de cabeça e epilepsia. O pesquisador que conduziu o estudo disse que o próximo passo é investigar os mecanismos ocultos da eficácia da nova técnica. Segundo ele, isso vai permitir que novos protocolos sejam feitos para as mais diversas doenças.

Célia Campos registra chapa para a disputa sindical no Sindsaúde

A servidora Célia Campos registrou hoje sua chapa para a disputa eleitoral do Sindicato dos Servidores da Saúde no Estado de Rondônia (Sindsaúde). Confiante na vitória, Célia diz que possui novos planos para o sindicato e que fará uma campanha limpa, mas não vai abrir mão de dizer a verdade sobre a atual situação do Sindicato.

Ela não quis adiantar as questões que pretende abordar, e garantiu que suas propostas para a categoria são diferenciadas e que vai implantar um modelo de gestão compatível à grandeza do Sindsaúde. Célia diz que vai esperar a homologação de sua candidatura para iniciar sua campanha rumo à vitória, sem se importar muito com o que vão dizer os adversários.

CHAPAS

Hoje às 18 horas findou o último prazo para a inscrição das chapas que pretendem lutar pela Presidência do Sindsaúde, segundo a Comissão Eleitoral, que ainda vai aguardar os três dias de prazo para impugnação das chapas inscritas. Depois disso, após a homologação, na segunda-feira, é que começa a campanha eletiva dos candidatos aprovados para a disputa. Ao que se comenta até agora, a eleição deverá contar com três chapas – sendo elas uma da situação.

celia(2)

celia2

MP dá parecer favorável à criação do Partido Novo

Legenda aguarda deliberação do plenário do TSE para participar das eleições do próximo ano

O Ministério Público Eleitoral emitiu parecer favorável à criação do 33º partido político brasileiro. Trata-se do Partido Novo, agremiação política com evidente inspiração liberal (menos Estado e mais indivíduo) e foco na eficiência da gestão pública, que apenas aguarda a deliberação do plenário da corte eleitoral para poder participar das eleições do próximo ano.

[su_frame align=”right”] [/su_frame]Para tanto, a maioria dos ministros do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) terá de dizer “sim” ao Novo até outubro deste ano. Caso venha ser referendada, a sigla adotará o número 30.

O documento assinado pelo vice-procurador-geral eleitoral, Eugênio José Guilherme de Aragão, na terça-feira (21) afirma que, apesar da “pequena divergência entre o total de apoiamentos”, o Novo cumpriu todas exigências legais para se tornar a mais nova sigla partidária do país.

“O apoiamento mínimo de eleitores necessário ao deferimento ao deferimento de registro de partido político corresponde a 0,5% do total de votos dados na última eleição geral para a Câmara dos Deputados”, afirma o parecer do Ministério Público. Este número equivale a 486,6 mil assinaturas. O Novo conseguiu 492,4 mil.

Presidente do Novo no Distrito Federal, Cláudio Barra destaca que não há mais motivos para o Tribunal Superior Eleitoral deixar de aprovar a criação da legenda.  Ele ressalta que, ao contrário de outras siglas que tiveram rápido deferimento pela Justiça Eleitoral, o Novo passou quatro anos aguardando sua vez de poder participar formalmente da vida política do país.

“O Novo nasce para resgatar a participação efetiva do cidadão de bem no processo político, ajudando na construção de um Brasil melhor para nossos filhos”, afirma.

 

SENAC oferece 150 vagas em cinco Cursos Técnicos gratuitos em Pimenta Bueno

Atenção: Você que concluiu o ensino médio a partir de 2012, não pode perder esta oportunidade. O Senac através de sua unidade em Pimenta Bueno, oferta pelo SISUTEC 150 vagas distribuídas entre os cursos Técnico em Segurança do Trabalho (2 turmas), Técnico em Logística, Técnico em Estética e Técnico em Farmácia. É uma grande oportunidade para quem quer crescer profissionalmente, através dos cursos profissionalizantes ofertados pela instituição que é referência na qualidade de ensino. Os interessados devem acessar o site do SISUTEC: sisutec.mec.gov.br realizar sua inscrição e posteriormente comparecer a unidade Senac-Pimenta Bueno para realizar a matrícula.

Quem pode participar?

Para concorrer à ocupação das vagas remanescentes do Sisutec 1º/2015, basta que você tenha concluído o ensino médio a partir de 2012, independente da data de emissão do seu certificado e NÃO é obrigatório ter realizado o ENEM 2014.

Quanto ao número de vagas:

· Técnico em Segurança do Trabalho (2 turmas): 60 vagas.
· Técnico em Logística: 30 vagas.
· Técnico em Estética: 30 vagas
· Técnico em Farmácia: 30 vagas.

As inscrições são exclusivamente pela internet até 02 de agosto. Inscreva-se pois são as últimas vagas! Maiores informações no SENAC, 3451 6235.

Fernandinho Beira-Mar vai continuar preso em Rondônia

Prazo de permanência em presídio federal é renovado anualmente.
Pena total do traficante, por diversos crimes, é de 309 anos e 2 meses

O juiz Eduardo Perez Oberg, da Vara de Execuções Penais (VEP) do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro, deferiu o pedido da Secretaria de Estado de Segurança para que o traficante Luiz Fernando da Costa, o Fernadinho Beira-Mar, cumpra pena por mais um ano [su_frame align=”right”] [/su_frame]no presídio federal de Porto Velho, em Rondônia.

O traficante possui condenações em processos no Rio e também em outros estados, como no Paraná, no Mato Grosso, e em Minas Gerais. A pena total chegaria a 309 anos e 2 meses.

A permanência de Fernadinho Beira-Mar em um presídio federal fora do Rio de Janeiro deve ser renovada a cada ano. Segundo o juiz, o prazo terminaria no fim de julho, e, em consequência disso, a Secretaria de Segurança fez o pedido para manter a prisão do traficante em Rondônia. O prazo agora vence em junho de 2016.

Condenação recente
Em maio deste ano, ele recebeu mais uma condenação, quando foi trazido de Rondônia, sob forte escolta policial, para julgamento no TJRJ. Na ocasião, o Conselho de Sentença do Primeiro Tribunal do Júri da Capital condenou Fernandinho Beira-Mar a 120 anos de reclusão pelo crime de homicídio duplamente qualificado (motivo torpe e sem chance de defesa) contra quatro detentos: Ernaldo Pinto Medeiros, o “Uê”, Carlos Alberto da Costa, o “Robertinho do Adeus”, Wanderlei Soares, o “Orelha”, e Elpídio Rodrigues Sabino, o “Pidi”, mortos durante uma rebelião no presídio Bangu I, em 11 de novembro de 2002.
As informações são do G1/RJ

STJ solicita informações atualizadas sobre ações contra investigados na Lava Jato

O presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), ministro Francisco Falcão, solicitou com urgência ao Tribunal Regional Federal da 4ª Região e ao juiz Sérgio Moro, da 13ª Vara Federal da Seção Judiciária do Paraná, informações atualizadas sobre as ações contra nove acusados de envolvimento no esquema de corrupção na Petrobrás, investigados pela operação Lava Jato.

Entre eles estão o presidente da empreiteira Odebrecht, Marcelo Odebrecht, e o presidente da construtora Andrade Gutiérrez, Otávio Marques de Azevedo, que impetraram habeas corpus no STJ pedindo liberdade.

O despacho ocorreu na análise de nove habeas corpus dos acusados impetrados no STJ. O ministro Falcão determinou que as informações sejam prestadas no prazo de até cinco dias. Em seguida, os autos serão encaminhados ao Ministério Público Federal para elaboração de parecer e depois os habeas corpus serão julgados pela Quinta Turma. O relator é o desembargador convocado Newton Trisotto.

Acusações

Os presidentes da Odebrecht e da Andrade Gutiérrez e mais cinco executivos das duas maiores empreiteiras do país, além do tesoureiro afastado do PT João Vacarri Neto e do ex-deputado André Vargas (ex-PT/PR), são acusados de participar do esquema de corrupção e fraude em licitações na Petrobrás, investigados pela operação Lava Jato da Polícia Federal.

De acordo com as investigações, os executivos das empreiteiras tinham conhecimento e participavam das negociações do cartel. Eles foram presos na 14ª fase da operação e, pela decisão do presidente do STJ, permanecem presos.

STJ

Justiça decreta nova prisão preventiva da cúpula da Odebrecht

Grupo já está preso na carceragem da Polícia Federal, em Curitiba, desde 19 de junho

A Justiça Federal no Paraná decretou hoje (24) nova prisão preventiva do presidente da construtora Odebrecht, Marcelo Odebrecht, e de outros quatro diretores da empresa. Alvos da Operação Lava Jato, que apura um esquema criminoso que desviou milhões de reais da Petrobras, os cinco já estão presos, em caráter preventivo, desde o dia 19 de junho, quando a Polícia Federal (PF) deflagrou a 14ª fase da operação.

 

Em despacho com data desta sexta-feira, o juiz federal Sergio Moro explica que o novo pedido é necessário, porque, após os cinco investigados terem sido detidos, surgiram novas provas do envolvimento dos cinco no esquema. E, segundo o magistrado, embora os elementos que justificaram as primeiras prisões continuem válidos, os investigados vêm tentando obter, no Superior Tribunal de Justiça (STJ), habeas corpus que os permitam responder em liberdade. Além de Marcelo Odebrecht, estão envolvidos Rogério Santos de Araújo, Márcio Fária da Silva, Cesar Ramos Rocha, Alexandrino de Salles Ramos de Alencar.

Marcelo Odebrecht anuncia investimento de até R$ 40 bilhões durante evento econômico em SP (2014)
Reprodução/Youtube

Marcelo Odebrecht anuncia investimento de até R$ 40 bilhões durante evento econômico em SP (2014)

Para Moro, não há como não reconhecer que a libertação dos investigados representa um risco à ordem pública. Na avaliação do juiz, a Odebrecht dispõe dos meios para “interferir de várias maneiras na coleta da provas, seja pressionando testemunhas, seja buscando interferência política”. Assim, o magistrado defende a manutenção das prisões preventivas como necessária para interromper o ciclo de “crimes desenvolvidos de forma habitual, profissional e sofisticada”.

Em sua decisão, Moro ainda comenta que, embora a Petrobras tenha proibido a assinatura de novos contratos com as empreiteiras já investigadas pela Lava Jato, estas mesmas empresas ainda têm contratos com a petrolífera estatal em execução. Moro também adverte que, apesar do afastamento dos diretores sob suspeita, pode ainda não terem sido identificados todos os empregados da Petrobras que participaram do esquema.

“Nesse contexto, em que as empresas do Grupo Odebrecht permanecem ativas, com contratos ativos com a Petrobras, inclusive com suspeitas de sobrepreço, e com outras entidades do Poder Público, sem impedimento de celebrar novos contratos com outras entidades do Poder Público, e não tomaram qualquer providência para apurar internamente os crimes ou para buscar acordos de leniência, é imprescindível, para prevenir a continuidade das práticas corruptas, a prisão cautelar dos executivos desviados”, adverte Moro.

Agencia Brasil

Léo Moraes participa da fundação da Aasspen e categoria agradece apoio do parlamentar

 

Nesta semana, na Assembleia Legislativa, o deputado Léo Moraes (PTB) participou da cerimônia de fundação e eleição da mesa diretora da Associação dos Agentes Penitenciários, Sócioeducadores e Servidores Penitenciários do Estado de Rondônia (Aasspen).

Para a abertura da solenidade, a categoria defendeu o lema, “Se sozinhos chegamos tão longe, quem dirá o que faremos juntos”. Na oportunidade, cerca de 200 profissionais do sistema prisional do Estado compareceram para acompanhar o evento.

Após legalmente fundada, apenas uma chapa concorreu a mesa da diretoria da nova entidade. De acordo com a presidente eleita, Daihane Gomes, a Asspen nasce com a finalidade de atuar na área social e com apoio jurídico. Segundo ela, a ideia foi propagada como uma opção de força e luta em prol dos trabalhadores.

“Eu tive a ideia de formar essa associação após ouvir de vários colegas as necessidades desses profissionais e a falta de representatividade da nossa classe, no que se refere à defesa dos nossos direitos e reivindicações”, contou.

A presidente destacou ainda o apoio do deputado Léo Moraes durante todo o processo de formação da associação.

“Foi de fundamental importância o apoio do deputado que sempre esteve de portas abertas para ouvir e atender as necessidades da nossa classe. Aliás, Léo é um deputado que defende todas as categorias”, declarou a presidente da Aasspen.

Para o parlamentar, a representatividade dos servidores do sistema penitenciário sempre foi uma preocupação da qual não mediu esforços para que a classe ganhasse sua própria associação.

“A Aasspen será um instrumento a mais a fim de defender os interesses da categoria. Parabenizo a toda família do sistema penitenciário de Rondônia por essa tão importante conquista”, concluiu o deputado.

Jean Oliveira solicita apoio aos cafeicultores

Jean Oliveira parabeniza Alta Floresta D’Oeste pelo seu 31º aniversário

O deputado Jean Oliveira (PSDB) apontou ao governo do Estado a necessidade de apoio e ações práticas para fortalecer os cafeicultores de Alta Floresta.

“É necessário investir mais nessa cultura, que tem rendido bons frutos para Rondônia. Os produtores precisam de técnicos para os bolsões de café”, informou o deputado.

Segundo Jean Oliveira, em 2014 os cafeicultores da Zona da Mata contribuíram com 1.740.000 sacas de 60 quilos de café, gerando imposto de R$ 38,2 milhões.

Jean disse, ainda, que os produtores pedem melhor aparelhamento da Emater, além do aumento de servidores agrônomos, manutenção da estrutura para os escritórios e viaturas para a cafeicultura.

Rede de energia e melhoria na estrada em Rio Pardo

A implantação de rede de energia elétrica, de Buritis até o distrito de Rio Pardo, em Porto Velho, além da recuperação da linha 67, ligando a localidade até a BR 364, foram tema central de audiência na Assembleia Legislativa, nesta semana.

O presidente da Assembleia Legislativa, Maurão de Carvalho (PP), conduziu a reunião que contou com a presença do secretário estadual de Desenvolvimento Ambiental, Vilson de Sales, do vereador de Porto Velho, Dim-Dim (PSL), e moradores de Rio Pardo.

“A população carece de melhorias no acesso e energia elétrica confiável. Essas duas ações vão garantir mais qualidade de vida e estamos reforçando o pedido para que haja celeridade nesses serviços”, destacou Maurão.

Para a melhoria e retirada de curvas na estrada, a Sedam deverá emitir uma licença, garantindo a recuperação da via.

Já a vistoria para autorizar a implantação de rede de energia será executada nos próximos dias e a Eletrobras Rondônia poderá levar energia desde Buritis ao distrito.